* Parcerias


Autor Tópico: Road & Track Garage (2014 Chevrolet Corvette Stingray (C7) - Maisto)  (Lida 33718 vezes)

Offline X-Filer

  • João Góis
  • Moderador Global
  • Feedback: (+16)
  • Génio das Miniaturas
  • *****
  • Mensagens: 10581
  • They're back...!
    • Pombocaca
Re: Road & Track Garage (1966 Shelby Cobra 427 S/C "Super Snake")
« Responder #15 em: 07 de Maio de 2013, 19:52:01 »
Heheh, olha olha o 2º Homónimo, o homem das reticências, a inaugurar a tasca... logo eu que não toco na pinga (a não ser desta, pois claro!!) não podia faltar! [:drunk:] Estava a ver que era só mandar bitaites e miniaturas que é bom, está quieto! [:happy72:]

Quanto ao Super Snake é efectivamente um bicho único. Na (excelente, diga-se) introdução que fizeste só houveram dois ou três pormenores que te esqueceste de mencionar: o primeiro Cobra usava o motor Ford 260 que foi emprestado pela própria Ford no Reino Unido e o 427 nasceu de puro acaso; era um bloco que Carrol Shelby tinha ali encostado literalmente a um canto da oficina e decidiu encaixar no chassis do AC Ace (que, diga-se, teve que ser alargado para o bacamarte caber). Depois, o Super Snake foi, para quem não sabe, carro pessoal de Carrol Shelby, criado quando devido a uma condição cardíaca, Carrol se virou para a produção de carros de estrada... e os mais rápidos do Mundo! Este carro foi criado de propósito para o seu amigo próximo Bill Cosby, um conhecido comediante na altura, que achou o carro tão aterrorizador de conduzir que o devolveu a Carrol Shelby que, através do stand da Ford em São Francisco, o vendeu ao derradeiro dono, Tony Maxey. A segunda unidade, da qual mostras as fotos e sobreviveu até hoje, foi o carro pessoal de Carrol Shelby.

Quanto à miniatura, pouco falta a acrescentar ao que analisaste: o molde é correcto e a pintura lindíssima, o motor está porreiro e o interior idem aspas (embora o selector da caixa de velocidades seja muito grosso e lhe falte a "grelha"), é pena a grossura do para-brisas, certamente tem o mesmo molde que o Road Tough. Resta-me dizer que concordo com o Bypo quanto às imagens escuras, não abonam muito a favor do modelo e que, em minha opinião, se deixasses uma linha entre cada imagem facilitava o seu visionamento.

Ah, é verdade: QUERO UM DESSES PARA MIM!!!! [:excited:] [:excited:]

Offline Johntag

  • Feedback: (+8)
  • Entusiasta do Diecast
  • ***
  • Mensagens: 2738
Re: Road & Track Garage (1966 Shelby Cobra 427 S/C "Super Snake")
« Responder #16 em: 07 de Maio de 2013, 22:32:57 »

... Carrol Shelby tinha ali encostado literalmente a um canto .... (que, diga-se, teve que ser alargado para o bacamarte caber).


achas bonito andares a escrever estas coisas do pobre senhor ..... [:lol04:] [:lol04:] [:lol04:] [:lol04:] [:lol04:]

Offline GTR74

  • Moderador Global
  • Feedback: (+69)
  • Curador de Museu
  • *****
  • Mensagens: 13127
  • GaragemGTR @ Instagram
Re: Road & Track Garage (1966 Shelby Cobra 427 S/C "Super Snake")
« Responder #17 em: 08 de Maio de 2013, 00:19:06 »
Fantástico!!! Bons pormenores e a pintura está muito boa!
Parabéns, início bombástico  [:happy14:]

Offline X-Filer

  • João Góis
  • Moderador Global
  • Feedback: (+16)
  • Génio das Miniaturas
  • *****
  • Mensagens: 10581
  • They're back...!
    • Pombocaca
Re: Road & Track Garage (1966 Shelby Cobra 427 S/C "Super Snake")
« Responder #18 em: 08 de Maio de 2013, 11:06:39 »
achas bonito andares a escrever estas coisas do pobre senhor ..... [:lol04:] [:lol04:] [:lol04:] [:lol04:] [:lol04:]

Ainda estás na onda do "Fantasias e Motores", não andas?? [:whistle:] [:lol04:] [:lol04:]

Offline Johntag

  • Feedback: (+8)
  • Entusiasta do Diecast
  • ***
  • Mensagens: 2738
Re: Road & Track Garage (1992 Jaguar XJ 220)
« Responder #19 em: 10 de Maio de 2013, 22:03:07 »


Depois do Eden e das cobras, …um “felino” pensado unicamente para a barreira da velocidade, mas que, como Icarus, queimou as suas asas…

O clube de sábado, Um design inovador, um único objetivo…

O projecto Jaguar XJ 220 começou a ser realizado em finais de 1984 por uma equipa autónoma de projectistas e engenheiros no seio da Jaguar Cars liderada por Jim Randle e que foi rapidamente apelidada de, o clube de sábado, “The Saturday club”,. Na realidade assim se chamou pois sendo um projecto autónomo e quase um exercício de estilo, esta equipa desenvolveu grande parte da concepção do XJ220 nas horas vagas e em sábados intermináveis. Após este notável esforço e amor à causa, o XJ220 foi finalmente apresentado no British Motor Show em Birmingham UK em 1988, como um concept car, um exercício de design com o único objetivo de bater o Recorde de velocidade de carros de estrada, e ultrapassar a barreira, das então míticas, 220 milhas por hora (354 km/h)… daí o seu nome.
Para este objectivo o clube de sábado, projetou um carro utilizando o motor V12 “da casa”, um sistema de tracção integral, e especialmente um fundo aerodinâmico, que constituiu na altura, uma grande inovação aerodinâmica proveniente do desenvolvimento aerodinâmico dos sport protótipos. Contudo este projecto não se iria realizar nos moldes planeados e iria mesmo sofrer uma surpreendente Metamorfose.

Metamorfose …. Da criação à construção

Após a apresentação do novo concept car da Jaguar em Birmingham, (do qual seria apenas produzido 1 unidade), surgiu, para grande espanto e surpresa da Jaguar Cars, um grande e inesperado interesse que superou todas as expectativas.
De tal modo que a Jaguar Cars e a TWR (Tom Walkinshaw Racing - o departamento de competição da Jaguar), começaram de imediato a estudar a possibilidade de produzir o XJ 220 numa serie limitada a 350 unidades por forma a satisfazer a procura verificada.
Mas para o produzir em serie seria necessário pensar em custos, produção em série, planos de manutenção, linhas de montagem, instalações industriais, e consequentemente alterar substancialmente o projeto do próprio carro. Começava então a metamorfose…
Deste modo citando apenas as transformações mais importantes, o motor V12 atmosférico seria substituído por um V6 sobrealimentado (bi-turbo) proveniente da competição, a tracção integral foi abandonada (para grande desanimo da equipa de projeto), todos os sistemas eletrónicos ainda em desenvolvimento como controlo de tracção e ABS foram também descartados.
A carroçaria foi alterada para facilitar a construção e manutenção do carro, e as portas de abertura em tesoura (similares ao Lamborghini Contach) seriam também elas preteridas por umas portas de abertura convencional. Na essência, o chassis e as características aerodinâmicas (de grande importância para todo o conceito do projecto) são quase integralmente preservadas; mantem-se a distância entre eixos relativamente longa (se reparamos o motor anda a “nadar” no compartimento, uma vez que o V6 é consideravelmente mais curto que o V12) o fundo aerodinâmico é redesenhado e desenvolvido e por fim o desenho de toda a parte posterior da traseira e do “aileron” serão igualmente mantidos.
Em suma Todo este processo de metamorfose, de concept car para uma variante de estrada de um carro de competição de grupo C, acabou por ser bem sucedido, e a produção “em serie” inicia-se em 1990, sendo as primeiras unidades entregues 1992.

O inferno verde e as Asas de Icarus

Em 1992 John Nielsen (vencedor de Le mans em 1990 com a Silk Cut Jaguar) conseguirá um importante record no circuito nordschleife nürburgring abordo de uma das primeiras unidades de teste do Jaguar XJ220. Com o tempo de 7 minutos e 46,37 segundos, Nielsen deteve durante 8 anos (1992 / 2000) o record para carros de estrada desta mítica pista mais conhecida como o Inferno Verde. Esta clara demonstração de velocidade e superioridade tecnológica, não seria ainda suficiente faltava ainda o verdadeiro “gral” …O objectivo 354,0.
Na realidade, atingir, ou mesmo ultrapassar, as 220 milhas por hora (354 km/h) e posicionar-se como o automóvel de estrada mais rápido até então construído, era para a jaguar o verdadeiro objectivo por forma a lançar-se no mercado de super desportivos destronando assim o seu eterno rival e a sua última criação; o fantástico Ferrari F40.
Para este feito a jaguar desloca-se em 1992 para Nardo Ring (pista italiana para testes de alta velocidade) e recruta Martin Brundle, outro piloto da Silk Cut Jaguar, com a missão de atingir os “obsessivos” 354,0 km/h.
Mas, apesar de retirarem os catalisadores, aumentando assim em 60cv. a potência disponível para valores próximos dos 600 cv, o XJ220, alcança apenas a “modesta” velocidade máxima de 349 km/h. (217 mph) falhando o seu propósito único. E como icarus, tao próximo do sol …. Acabou por cair num relativo esquecimento, ficando então, e hoje, à sombra do seu rival … F40.
Acrescente-se ainda que nos meses e anos seguintes (a 1992) verificou-se uma acentuada quebra no mercado dos super desportivos o que originou inclusivamente a desistência de muitas das ordens de compra. O XJ220 ficou a navegar em terra de ninguém, sem compradores dispostos a despender o exclusivo montante de (sensivelmente) 500.000 €, fazendo com que a jaguar, com considerável prejuízo, chegasse mesmo a reduzir a produção para apenas 281 unidades das 350 inicialmente planeadas.

Não obstante a sua metamorfose em Grupo C “travestido”, o seu recorde no inferno verde, a sua prodigiosa velocidade pura em Nardo, e o seu aero design único, o Jaguar XJ220 permanece num vago desconhecimento, e na relação directa com o seu rival… não alcançou o sol … nem voou mais alto…

Ficam aqui algumas fotos do 1/1 nas 2 cores mais comuns















Especificações (specs)

Carro criado para bater o recorde de velocidade em carros de produção
Motor V6 3.500 cc Bi-turbo Garret T3 (com inter-coolers) desenvolvido pela TWR Tom Walkinshaw Racing numa base cosworth depois de em 1987 ter comprado os direitos e o motor do MG metro 6R4 grupo B. Este desenvolvimento posterior a 1987 irá equipar os jaguar XJR-10/11 de competição Grupo C
1º Motor V6 e 1º com turbo, instalado num jaguar de estrada
Critica generalizada ao excessivamente longo tempo de espera da entrada dos turbos (Turbo Lag longo)
OHC (Overhead Camshaft), Veios excêntricos à cabeça, 4 válvulas p cilindro, Injeção Zytec
542 cv @ 7.000 rpm
644 nm @ 4.500 rpm
Caixa de 5 Vel. Manual
Discos ventilados com pinças AP Racing de 4 pontos
Critica generalizada à fraca performance dos travões
Chassis com estrutura de alumínio e paneis de carroçaria em liga leve (alloy pannels)
Pneus Bridgstone, desenvolvidos para velocidades superiores a 220 mph
1º carro de produção em serie a explorar a concepção de um fundo aerodinâmico com extractor de ar para gerar “downforce” carga aerodinâmica, sem gerar “drag” arrasto ou resistência aerodinâmica.
Aceleração 0 – 100 km/h 3,6 seg
Velocidade Máxima – 349 km/h (217 mph)
Peso 1.470 Kg
Produção 1992 – 1994 – 281 unidades, produzidos nas instalações criadas exclusivamente para o xj220 em Bloxham, Banbury, UK
Sob gestão da ford desde 1990 – o projecto irá ser gerido por Mike Moreton que escreveu um livro intitulado “Jaguar XJ220: the inside story”
Versão de competição XJ220 C – utilizada e desenvolvida pela TWR
« Última modificação: 11 de Maio de 2013, 00:45:29 por Johntag »

Offline Johntag

  • Feedback: (+8)
  • Entusiasta do Diecast
  • ***
  • Mensagens: 2738
Re: Road & Track Garage (1992 Jaguar XJ220)
« Responder #20 em: 10 de Maio de 2013, 22:10:35 »
Imprensa:

John Barker (jornalista da revista Performance Car) que participou num teste de pista (Track test), enquanto passageiro, a bordo de um xj220 conduzido pelo vencedor de le mans John Nielsen, escreveu:
 “… um momento depois ele carrega no acelerador a fundo e sou puxado para trás e fico logo atordoado, tento recompor-me enquanto Nielsen engrena a terceira velocidade, para uma direita a 180 º ….(mais à frente na pista) …. olho para o velocímetro e tenho dificuldade em acreditar que marca 272 km/h… “ in wikipedia, (tradução livre).

Jeremy Clarkson (top Gear) comenta que, se tivermos o azar de estar próximo do limite de estabilidade do Jaguar, convém por precaução dizer esta pequena reza “….Pai-nosso que estás no céu, …. Eu estarei aí num minuto… “

e 3 vídeos obrigatórios

um heroi esquecido ... Autocar
<a href="http://www.youtube.com/watch?v=jRaGLoR3wSM" target="_blank">http://www.youtube.com/watch?v=jRaGLoR3wSM</a>

a famosa Duke video
<a href="http://www.youtube.com/watch?v=ZPqNvmNWfRo" target="_blank">http://www.youtube.com/watch?v=ZPqNvmNWfRo</a>

e o incontornavel Jeremy Clarkson Top Gear
<a href="http://www.youtube.com/watch?v=yBrH-l92qR0" target="_blank">http://www.youtube.com/watch?v=yBrH-l92qR0</a>


Offline Johntag

  • Feedback: (+8)
  • Entusiasta do Diecast
  • ***
  • Mensagens: 2738
Re: Road & Track Garage (1992 Jaguar XJ220)
« Responder #21 em: 10 de Maio de 2013, 22:16:19 »
A miniatura é uma produção Maisto

Utilizo aqui a avaliação do X-Filer (sem a sua autorização  [:cheesy:])
“ Quanto à miniatura, não tenho muito a dizer. O molde não é grande coisa (há cortes irregulares e encaixes desastrados por todo o lado) mas até houve um mínimo de tentativa a dar detalhe ao modelo, no interior e exterior (embora alguém se tenha esquecido que o XJ220 é biturbo e no modelo as linhas de escape aparecem directas...), com suspensões funcionais e jantes com detalhe muito interessante. “

Apenas acrescento que as proporções do molde também não me parecem as mais correctas pois a carroçaria deveria ser mais larga, e provavelmente mais comprida.

Ficam aqui algumas fotos de um admirável Maisto

















continua ...

« Última modificação: 10 de Maio de 2013, 22:36:35 por Johntag »

Offline Johntag

  • Feedback: (+8)
  • Entusiasta do Diecast
  • ***
  • Mensagens: 2738
Re: Road & Track Garage (1992 Jaguar XJ220)
« Responder #22 em: 10 de Maio de 2013, 22:19:59 »
part 2

















continua

Offline Johntag

  • Feedback: (+8)
  • Entusiasta do Diecast
  • ***
  • Mensagens: 2738
Re: Road & Track Garage (1992 Jaguar XJ220)
« Responder #23 em: 10 de Maio de 2013, 22:22:55 »
part 3

















continua ...

Offline Johntag

  • Feedback: (+8)
  • Entusiasta do Diecast
  • ***
  • Mensagens: 2738
Re: Road & Track Garage (1992 Jaguar XJ220)
« Responder #24 em: 10 de Maio de 2013, 22:25:55 »
part 4

















continua...

Offline Johntag

  • Feedback: (+8)
  • Entusiasta do Diecast
  • ***
  • Mensagens: 2738
Re: Road & Track Garage (1992 Jaguar XJ220)
« Responder #25 em: 10 de Maio de 2013, 22:29:04 »
part 5













continua... para comparativos

Offline Johntag

  • Feedback: (+8)
  • Entusiasta do Diecast
  • ***
  • Mensagens: 2738
Re: Road & Track Garage (1992 Jaguar XJ220)
« Responder #26 em: 10 de Maio de 2013, 22:34:52 »
comparativos

a inspiração ... the great heritage

..... Friend












..... or Foe

O inimigo






e por fim... o futuro adiado ......



Fim....

Offline TJSN

  • Feedback: (+2)
  • Fanático do Diecast
  • ****
  • Mensagens: 4093
  • Tiago Nova
Re: Road & Track Garage (1992 Jaguar XJ220)
« Responder #27 em: 10 de Maio de 2013, 22:38:52 »
Belo XJ220, para mim um dos melhores jag's de sempre  [:happy14:]

Offline GTR74

  • Moderador Global
  • Feedback: (+69)
  • Curador de Museu
  • *****
  • Mensagens: 13127
  • GaragemGTR @ Instagram
Re: Road & Track Garage (1992 Jaguar XJ220)
« Responder #28 em: 11 de Maio de 2013, 00:27:24 »
Era (é) um maquinão o XJ220  [:happy72:]

Offline Caldas

  • Daniel Caldas
  • Moderador Global
  • Feedback: (0)
  • Colecionador Platinum
  • *****
  • Mensagens: 6448
Re: Road & Track Garage (1992 Jaguar XJ220)
« Responder #29 em: 11 de Maio de 2013, 16:29:19 »
É simples mas é a unica representação desta máquina  [:happy72:]