* Parcerias


Autor Tópico: Garagem do Buckrog: "NOVO" Lotus Exige S3 Roadster - GT Spirit (2013)  (Lida 393039 vezes)

Offline Commendatore

  • João Duarte
  • Feedback: (+24)
  • Génio das Miniaturas
  • *****
  • Mensagens: 7363
Re: A Garagem do Buckrog: Austin Healey Sprite "FrogEye" (1958) - Revell
« Responder #2655 em: 15 de Fevereiro de 2014, 10:05:54 »
Pensar que um carro para jovens endinheirados dos anos 1950 é hoje alegremente ultrapassado em aceleração por qualquer carro do povo... o mundo automóvel evoluiu imenso!

Quanto à miniatura, é um puro Revell. É simples mas eficaz, sendo uma reprodução mais que suficiente desse engraçado inglês  [:happy14:]

Offline X-Filer

  • João Góis
  • Moderador Global
  • Feedback: (+17)
  • Génio das Miniaturas
  • *****
  • Mensagens: 10669
  • They're back...!
    • Pombocaca
Re: A Garagem do Buckrog: Austin Healey Sprite "FrogEye" (1958) - Revell
« Responder #2656 em: 15 de Fevereiro de 2014, 16:45:08 »
O sacana do carro é tão feio que dói! É que não tem ponta por onde se lhe pegue!! E até nisso a miniatura está boa, a Revell volta e meia aparece com umas surpresas agradáveis, destaco o motor e os fitros de ar para os carburadores, muito catita! [:happy14:]

Offline Obsession

  • Administrador
  • Feedback: (+47)
  • Curador de Museu
  • *****
  • Mensagens: 13100
Re: A Garagem do Buckrog: Austin Healey Sprite "FrogEye" (1958) - Revell
« Responder #2657 em: 15 de Fevereiro de 2014, 16:48:40 »
Viva!

Não é dos Austin's mais bonitos, mas a miniatura está um mimo! Soberbo!

Grande abraço


If everything's under control, you're going to slow

Offline Johntag

  • Feedback: (+8)
  • Entusiasta do Diecast
  • ***
  • Mensagens: 2772
Re: A Garagem do Buckrog: Austin Healey Sprite "FrogEye" (1958) - Revell
« Responder #2658 em: 15 de Fevereiro de 2014, 16:48:53 »
O sacana do carro é tão feio que dói! É que não tem ponta por onde se lhe pegue!! E até nisso a miniatura está boa, a Revell volta e meia aparece com umas surpresas agradáveis, destaco o motor e os fitros de ar para os carburadores, muito catita! [:happy14:]

 [:lol02:] [:lol02:] de facto dói mas estranhamente gostamos dele  [:lol02:]

Preferiria na cor azul cueca ou em branco

Ainda tenho de ir ver o bicho melhor  [:happy72:].... Mas para ja um típico revell  [:happy72:]

Offline Miguel_V40

  • Feedback: (+84)
  • Génio das Miniaturas
  • *****
  • Mensagens: 7561
  • Miguel Ferreira
Re: A Garagem do Buckrog: Austin Healey Sprite "FrogEye" (1958) - Revell
« Responder #2659 em: 15 de Fevereiro de 2014, 21:52:07 »
Lindíssima miniatura de um belo sapinho  [:happy14:] [:happy14:]

Offline Andreso

  • Feedback: (+68)
  • Colecionador Iniciante
  • **
  • Mensagens: 1290
  • "Não há substituto"
Re: A Garagem do Buckrog: Austin Healey Sprite "FrogEye" (1958) - Revell
« Responder #2660 em: 16 de Fevereiro de 2014, 14:53:45 »
Fiquei a conhecer este carro à uns tempos num episódio do Whealer Dealer. Não um carro muito bonito mas tem o seu charme e até gosto. Parece-me que a Revell fez uma boa réplica do carro (pelo menos tanto quanto conheço), com bons pormenores no motor e a capota amovível.

Parabéns pela entrada.  [:happy14:]
Pedro Andreso
    - Apresentação
    - Garagem Andreso
    - Miniaturas para venda

Offline RicardoR

  • Feedback: (+8)
  • Colecionador Bronze
  • ***
  • Mensagens: 2334
  • "Il secondo è il primo dei perdenti." Enzo Ferrari
    • Garagem do Ricardo
Re: A Garagem do Buckrog: Austin Healey Sprite "FrogEye" (1958) - Revell
« Responder #2661 em: 17 de Fevereiro de 2014, 23:30:21 »
Não o considero feio. Num comentário um pouco "amaricado" até diria que o carro é amoroso ... e até gostava de ter uma peça destas (estou sempre a invejar esta garagem...).
O trabalho da Revell está bom dentro daquilo que a marca costuma fazer, de salientar o motor e abertura do capot.
Gostei [:happy14:]

Offline buckrog

  • Rogério Henriques
  • Feedback: (+22)
  • Colecionador Silver
  • ****
  • Mensagens: 3184
  • Um apaixonado por automóveis...
Re: A Garagem do Buckrog: Austin Healey Sprite "FrogEye" (1958) - Revell
« Responder #2662 em: 18 de Fevereiro de 2014, 00:11:16 »
Obrigado pelos comentários, pessoal!

De facto, o carro não é consensual, mas pode ser "patusco" e representativo de uma época.

A mini, por outro lado, cumpre pois tem alguns aspetos engraçados e bem feitos, ao passo que outros são melhoráveis. Uma Revell... [:yap:]
O mundo está cheio de coisas bonitas...


Visitem a garagem do Buckrog, que vale bem a pena...
-> http://www.forum-diecast.pt/index.php?topic=7741.0

Offline Johntag

  • Feedback: (+8)
  • Entusiasta do Diecast
  • ***
  • Mensagens: 2772
Re: A Garagem do Buckrog: Austin Healey Sprite "FrogEye" (1958) - Revell
« Responder #2663 em: 18 de Fevereiro de 2014, 00:17:43 »
Tendo em conta, só os ultimos comments do miguel, x, ricardo, etc... nem sei o q pensar  [:lol02:]

É um sapinho tao feio q ate doi, mas patusto, amaricado, amoroso e com o seu charme especialmente numa linda cueca azul ..... Parece o meu primo drag queen  [:lol02:]

Rogerio .... Puseste o pessoal todo maluco  [:lol02:] [:lol02:] [:lol02:]

Isso é mto feio  [:nop:]

Offline ClioWilliams

  • The baguette aficionado.
  • Feedback: (+29)
  • Colecionador Platinum
  • *****
  • Mensagens: 5991
  • Vendo ou troco rins por miniaturas AUTOart.
Re: A Garagem do Buckrog: Austin Healey Sprite "FrogEye" (1958) - Revell
« Responder #2664 em: 18 de Fevereiro de 2014, 00:20:41 »
Eu acho este carro tão giro, tão fofinho... Vê-lo e ouvi-lo (e até há uns tempos andava um azul bebé aqui pela minha zona) deixa-me feliz. Acho que não é para menos, com uma cara tão sorridente. Junta-se este com um MX-5 NA e era capaz de jurar que os carros também fumam substâncias de licitude duvidosa.  [:lol02:]

Como miniatura, a Revell portou-se bem. Por acaso não simpatizo com as jantes de raios neste carro, o Frogeye quer-se é com as jantes de ferro ou com Minilites mas tudo o resto, sem deslumbrar, cumpre. Destaco o motor e a malinha atrás, que a meu ver torna esta miniatura mais simpática. Um carro pequenino e de mochila às costas, é assim que eu o vejo. A presença da capota é sempre de salutar e o interior, com o volante de grandes dimensões, está no ponto.

Uma pequena grande, e muito gira entrada na tua colecção, Rogério. Muitos parabéns!  [:wink01:]

Offline Johntag

  • Feedback: (+8)
  • Entusiasta do Diecast
  • ***
  • Mensagens: 2772
Re: A Garagem do Buckrog: Austin Healey Sprite "FrogEye" (1958) - Revell
« Responder #2665 em: 18 de Fevereiro de 2014, 00:38:19 »
Olha outro ..... Fofinho  ....  [:lol02:]


Offline ClioWilliams

  • The baguette aficionado.
  • Feedback: (+29)
  • Colecionador Platinum
  • *****
  • Mensagens: 5991
  • Vendo ou troco rins por miniaturas AUTOart.
Re: A Garagem do Buckrog: Austin Healey Sprite "FrogEye" (1958) - Revell
« Responder #2666 em: 18 de Fevereiro de 2014, 00:40:59 »
Olha outro ..... Fofinho  ....  [:lol02:]

Tu falas mas até eras capaz de andar a passear a tua estonteante vizinha num destes, assumindo que ela é suficientemente portátil para caber lá dentro...  [:lol02:]

Offline buckrog

  • Rogério Henriques
  • Feedback: (+22)
  • Colecionador Silver
  • ****
  • Mensagens: 3184
  • Um apaixonado por automóveis...
Re: A Garagem do Buckrog: Jaguar XJS Coupé (1976)
« Responder #2667 em: 18 de Fevereiro de 2014, 22:35:44 »
No outro dia mostrei o Cabrio e muita gente disse que gostava de ver o Coupé. Ora cá está… por outro lado, é o Road Signature e não o AutoArt…é a vida. Sempre estou a trabalhar para a Enciclopédia.

Jaguar XJS (1976)

 O Jaguar XJ -S (mais tarde, XJS ) foi um GT de luxo produzido pela Jaguar entre 1975 e 1996. O XJ-S substituiu o E-Type (ou XK- E) em Setembro de 1975, e era baseado no sedan XJ. Embora nunca tivesse exatamente a mesma imagem desportiva, o XJ-S era bastante “competente”.

O primeiro XJ-S surgiu em 1975, apresentado como modelo de 1976. O carro foi desenhado no final de 1960 (o projeto XJ27) por Malcolm Sayer, mas após a sua morte, em 1970, foi concluído pela equipe de design da casa Jaguar dirigida por Doug Thorpe. O carro era propulsionado por um motor V12 a gasolina e uma transmissão manual ou automática (mais tarde, ficou apenas com a automática). Um motor V12 não era muito habitual na época, com poucas exceções em desportivos de luxo como os Lamborghini e Ferrari. O carro tinha performances razoáveis, embora não impressionantes, com acelerações dos 0-100 km/h em 7,6 segundos (versão automática) e uma velocidade máxima de cerca de 230 km/h.

O timing do modelo não foi nada bom, uma vez que o carro foi lançado durante a crise petrolífera dos anos 70, e um 5.3 litros V12 não era muito adequado para esses tempos. O estilo também foi alvo de críticas, o que por acaso até se compreende … um bocadinho, devido à sua beleza “especial”. Houve também alguns problemas com a visibilidade para trás, com os alemães, por exemplo, a restringirem a homologação do carro durante muito tempo.

Uma curiosidade: a Jaguar aproveitou várias oportunidades para promover o carro, nomeadamente, nas séries de televisão “Os novos vingadores” e “O Regresso do Santo” (como se lembram já mostrei aqui na minha garagem o carro da primeira série do Santo que era um Volvo P1800, isto porque na altura a Jaguar não quis colaborar na primeira série com o Type E…). Mesmo assim, o sucesso do modelo não foi grande…depois do Type E, era difícil estar à altura dos pergaminhos…

A partir de julho de 1981, o XJ-S tornou-se o XJS-HE, recebendo o novo motor “High Efficiency”, mais económico e eficiente e com uma potência aumentada para 295cv (263cv nos EUA). Simultaneamente, o XJS-HE também teve um restyling no exterior e interior (nova pintura na traseira em vez do anterior preto, novas jantes de liga leve, detalhes cromados na parte superior dos pára-choques, inserções em madeira no painel de instrumentos e portas).

Em 1983 a Jaguar lançou uma versão de 6 cilindros de 3.6 litros e em 1986, a Jaguar lançou o SC (versão targa, com faróis duplos), que não era um verdadeiro cabrio, tinha algumas alterações estéticas e apenas 2 lugares, tendo sido retirados os lugares traseiros. O targa nunca foi um grande sucesso e só em 1988 (12 anos de pois do lançamento), surgiu um verdadeiro cabrio, que esse sim, teve muito melhor recetividade.
 
O último XJS foi produzido em 4 de abril de 1996, tendo sido produzidas um total de 115.413 unidades durante a sua vida em produção, de 21 anos. O modelo foi substituído pelo XK8.








Este motor tinha um ar um bocado complicado…




Jaguar XJS (1976) – Road Signature

A miniatura é uma Road Signature, e como tal é sempre um compromisso entre a qualidade e o preço. Neste caso, temos que ter isso em atenção. Representa o carro, não envergonha na vitrine.

Por outro lado, há depois muita coisa que sendo razoável, podia ser melhor, desde a pintura às jantes, ao interior e a todos os detalhes. A mala não abre, por exemplo. Nem vale a pena comparar muito com o AutoArt do outro dia. O interior até acabou por ser uma boa surpresa, embora um bocado plastificado. Mas o motor então é mesmo muito diferente…

O carro não deixa de ter a mesma elegância… mas não convém  comparar muito com o Aa

Vamos às fotos…













Continua…
« Última modificação: 18 de Fevereiro de 2014, 22:40:45 por buckrog »
O mundo está cheio de coisas bonitas...


Visitem a garagem do Buckrog, que vale bem a pena...
-> http://www.forum-diecast.pt/index.php?topic=7741.0

Offline buckrog

  • Rogério Henriques
  • Feedback: (+22)
  • Colecionador Silver
  • ****
  • Mensagens: 3184
  • Um apaixonado por automóveis...
Re: A Garagem do Buckrog: Jaguar XJS Coupé (1976)
« Responder #2668 em: 18 de Fevereiro de 2014, 22:37:09 »
Mais umas (II/IV)…



























Continua…
O mundo está cheio de coisas bonitas...


Visitem a garagem do Buckrog, que vale bem a pena...
-> http://www.forum-diecast.pt/index.php?topic=7741.0

Offline buckrog

  • Rogério Henriques
  • Feedback: (+22)
  • Colecionador Silver
  • ****
  • Mensagens: 3184
  • Um apaixonado por automóveis...
Re: A Garagem do Buckrog: Jaguar XJS Coupé (1976)
« Responder #2669 em: 18 de Fevereiro de 2014, 22:37:33 »
Mais umas (III/IV)…





















Continua…
O mundo está cheio de coisas bonitas...


Visitem a garagem do Buckrog, que vale bem a pena...
-> http://www.forum-diecast.pt/index.php?topic=7741.0