Autor Tópico: Colecção Commendatore - 1/43  (Lida 319123 vezes)

Offline buckrog

  • Rogério Henriques
  • Feedback: (+22)
  • Colecionador Silver
  • ****
  • Mensagens: 3183
  • Um apaixonado por automóveis...
Re: Colecção Commendatore - 1/43
« Responder #3060 em: 03 de Janeiro de 2019, 23:56:56 »
Olá João

Como de costume,uma bela introdução que explica muito, muito...

A mini está interessante e só podia estar na tua garagem.

arabéns! E continua...
O mundo está cheio de coisas bonitas...


Visitem a garagem do Buckrog, que vale bem a pena...
-> http://www.forum-diecast.pt/index.php?topic=7741.0

Offline Denver

  • Moderador da Secção
  • Feedback: (+9)
  • Apaixonado do Diecast
  • *****
  • Mensagens: 2152
Re: Colecção Commendatore - 1/43
« Responder #3061 em: 08 de Janeiro de 2019, 08:27:04 »
Realmente é uma daquelas minis que só esperamos encontrar por aqui. Mas o destaque vai para a introdução!

Já me esquecia destas introduçóes. Excelente! [:happy72:]

Offline Commendatore

  • João Duarte
  • Feedback: (+24)
  • Génio das Miniaturas
  • *****
  • Mensagens: 7385
Re: Colecção Commendatore - 1/43
« Responder #3062 em: 06 de Fevereiro de 2019, 23:11:44 »
Obrigado a todos pelos comentários!
______________________________________

A história da Ferrari está recheada de modelos emblemáticos, mas há um número que provavelmente se destaca dos demais: 250.

De facto, pertencem à série 250 algumas das produções mais míticas de Maranello, como os GT Tour de France, 250 GTO, 250 GT Spyder California... uma lista cujo denominador comum, anos volvidos, é também a consistência com que estes modelos pertencem sistematicamente ao lote das transições em leilão mais avultadas.

E, no entanto, a série 250 iniciou-se de um modo quase indistinto. Na prática, a Ferrari utilizou durante anos o V12 compacto originalmente concebido por Gioacchino Colombo em 1947. Assim, o 250 S lançado em 1952 propunha uma evolução deste propulsor para os 2953cm3 (donde, uma cilindrada unitária de 250cm3, que deu o nome ao carro), mas ainda sobre o châssis dos 166/195/212/225. Com 230cv e capaz de 250km/h, podia não ser um ferrari revolucionário, mas era um desportivo muito eficaz, que começou a sua carreira na competição a ganhar as Mille Miglia nas mãos de Bracco.


Esta miniatura da Jolly Models tem as características típicas deste fabricante: o molde em resina é bastante razoável, e a pintura é bastante boa. No entanto, o nível de detalhe no interior é inexistente, e são miniaturas que dificilmente justificam o seu valor típico face a criações mais recentes de outros fabricantes.


Fonte: Website Ferrari


Ferrari 250S (1952)
Jolly Models








Offline cds

  • Feedback: (+14)
  • Génio das Miniaturas
  • *****
  • Mensagens: 8065
Re: Colecção Commendatore - 1/43
« Responder #3063 em: 07 de Fevereiro de 2019, 12:44:51 »
Olha um Ferrari bem bonito por sinal, as fotos não deixam ver em pormenor mas parece-me que as grelhas, faróis e jantes estão em bom nível [:happy14:]
Um dois faróis frontais parece estar um bocado descaído ou elevado dependendo da posição correta [:confused59:]

Bela introdução como habitualmente, este merecia mais fotos [:tongue10:]

Offline Obsession

  • Administrador
  • Feedback: (+47)
  • Curador de Museu
  • *****
  • Mensagens: 13156
Re: Colecção Commendatore - 1/43
« Responder #3064 em: 07 de Fevereiro de 2019, 21:35:00 »
Viva João

Muito bonito este 250S!

A Jolly Models sempre teve modelos muito muito bons, e ainda por cima tinha modelos no catálogo que outros fabricantes não tinham.

As grelhas e as jantes rendilhadas sempre foram pontos fortes nestes modelos assim como os detalhados elementos em foto incisão!

Gosto muito deste Ferrari João! Belo modelo que fica muito bem na tua colecção!!! Para a época, bela performance... Ou não fosse um Ferrari!!

Lindíssimo!

Grande abraço


If everything's under control, you're going to slow

Offline buckrog

  • Rogério Henriques
  • Feedback: (+22)
  • Colecionador Silver
  • ****
  • Mensagens: 3183
  • Um apaixonado por automóveis...
Re: Colecção Commendatore - 1/43
« Responder #3065 em: 08 de Fevereiro de 2019, 21:58:08 »
Bem bonito, sem dúvida. Uma boa supressa.
Mas de facto aquela frente parece ter algo de estranho nos faróis...
Ainda assim... [:happy14:]
O mundo está cheio de coisas bonitas...


Visitem a garagem do Buckrog, que vale bem a pena...
-> http://www.forum-diecast.pt/index.php?topic=7741.0

Offline pjot

  • Feedback: (+25)
  • Colecionador Platinum
  • *****
  • Mensagens: 6805
  • Racing fan
Re: Colecção Commendatore - 1/43
« Responder #3066 em: 10 de Fevereiro de 2019, 11:59:48 »
Não conhecia este modelo, gosto bastante. Realmente há uma variedade enorme de 250's, vários deles nem parecem relacionados.

As jantes e a grelha são bonitas,  tal como  é hábito neste tipo de fabricantes. No caso dos faróis,  a mim parece ter o de um lado colocado mais acima do farol do lado oposto.

Offline pjmanso

  • Pedro Manso
  • Feedback: (+18)
  • Aspirante a Colecionador
  • **
  • Mensagens: 960
Re: Colecção Commendatore - 1/43
« Responder #3067 em: 10 de Fevereiro de 2019, 19:58:41 »
Que coisa mais gira, João!  [:babado:]

Adoro! Adoro o carro, adoro a miniatura!

Offline GTR74

  • Administrador
  • Feedback: (+70)
  • Curador de Museu
  • *****
  • Mensagens: 13247
  • GaragemGTR @ Instagram
Re: Colecção Commendatore - 1/43
« Responder #3068 em: 15 de Fevereiro de 2019, 10:41:07 »
Bom molde, magnífica pintura e jantes soberbas! Gostei muito. Pena a falta de alguns pormenores, principalmente no interior.

Belo Ferrari  [:clap:]

Offline Commendatore

  • João Duarte
  • Feedback: (+24)
  • Génio das Miniaturas
  • *****
  • Mensagens: 7385
Re: Colecção Commendatore - 1/43
« Responder #3069 em: 24 de Fevereiro de 2019, 23:25:27 »
Obrigado a todos pelos comentários ao belo 250. eu acho que o farol direito é o que está bem posicionado.
______________________________________

Na década de 1950, toda a Europa estava rendida às virtudes do inusitado Citroën 2CV. Toda a Europa? Não. De facto, uma nação de irredutíveis ingleses não se deixou seduzir pelo fiável e económico modelo francês. Apesar de a Citroën ter investido na produção local do modelo, na fábrica de Slough, e de o ter dotado de melhores acabamentos face aos congéneres franceses (até podia ser encomendado em cores que não o cinzento), a verdade é que o Reino Unido afirmou mais uma vez a sua diferença, ao rejeitar comercialmente o 2CV numa das fases mais pujantes da sua carreira.

Não obstante, a casa do double chevron investira na fábrica de Slough e as vendas do 2CV iam de mal a pior. Havia uma boa porção de châssis em stock no final da década, mas enviá-los de volta para França representaria um custo ainda avultado. Qual a solução?

Para resolver este dilema, a filial inglesa da Citroën resolveu adaptar o pequeno carro aos gostos locais: de carro do povo, o 2CV passaria a ser um pequeno coupé estiloso. Para conseguir este intuito, o desenho da nova carroçaria foi confiado a Peter Kirwan-Taylor, responsável pelo Lotus Elite. E, de facto, o modelo apresentado em 1959 não desiludia no estilo, com uma carroçaria compacta e elegante; o nome Bijou a cortar com a menção à potência fiscal francesa.

Ainda assim, o châssis e o motor mantinham-se: o bicilíndrico com 425cm3 capaz de debitar 12cv não lograva ultrapassar os 81km/h, mesmo com uma carroçaria em fibra de vidro mais aerodinâmica que a do 2CV original. Além disso, a manufatura artesanal da carroçaria entrava em conflito direto com o conceito de produção em série, mas também com alguns problemas de rigidez estrutural a obrigarem a diversas operações de reforço. Deste modo, a produção do Bijou era lenta, tornava o carro caro... e, ao fim do dia, o carro era engraçado mas estava longe do ideal britânico de um coupé barato e espevitado.

Assim, a produção do Bijou terminou em 1964 após meros 211 exemplares. Conhecido quase exclusivamente dos entusiastas, é um modelo com algum potencial de valorização devido à sua raridade.


Das três reproduções que conheço do Bijou (IXO Die-cast Club, BoS e Matrix), a da Matrix é a que apresenta melhor qualidade, com faróis e cromados de muito bom nível e uma grelha bem detalhada.


Fonte: "Citroën 2CV sur les cinq continents", Aurélien Charle, ETAI.


Citroën Bijou (1959)
Matrix
















Offline Denver

  • Moderador da Secção
  • Feedback: (+9)
  • Apaixonado do Diecast
  • *****
  • Mensagens: 2152
Re: Colecção Commendatore - 1/43
« Responder #3070 em: 25 de Fevereiro de 2019, 10:24:13 »
Um modelo engraçado (mais um que só vemos por aqui) e uma reprodução excelente!

Offline GTR74

  • Administrador
  • Feedback: (+70)
  • Curador de Museu
  • *****
  • Mensagens: 13247
  • GaragemGTR @ Instagram
Re: Colecção Commendatore - 1/43
« Responder #3071 em: 25 de Fevereiro de 2019, 14:54:28 »
Mais uma pequena maravilha! Tão giro!

Óptimo Matrix!

Só mesmo aqui  [:clap:] [:clap:]

Offline cds

  • Feedback: (+14)
  • Génio das Miniaturas
  • *****
  • Mensagens: 8065
Re: Colecção Commendatore - 1/43
« Responder #3072 em: 25 de Fevereiro de 2019, 16:26:36 »
Excelente introdução de um modelo muito bom [:happy14:]
A Matrix costuma ter modelos muito bons [:clap:]

Offline pjmanso

  • Pedro Manso
  • Feedback: (+18)
  • Aspirante a Colecionador
  • **
  • Mensagens: 960
Re: Colecção Commendatore - 1/43
« Responder #3073 em: 26 de Fevereiro de 2019, 18:17:19 »
Que coisa mais gira! Tem muita pinta e confesso que desconhecia!

Faz lembrar um Boca de Sapo, a traseira. Fantástico mesmo.  [:happy72:]

Offline Obsession

  • Administrador
  • Feedback: (+47)
  • Curador de Museu
  • *****
  • Mensagens: 13156
Re: Colecção Commendatore - 1/43
« Responder #3074 em: 27 de Fevereiro de 2019, 02:49:01 »
Viva João!

Como sempre mais uma excelente apresentação! Este modelo eu já conhecia, embora a história não, de todo.

A Matrix faz modelos muito perfeitos e bem fora do vulgar! Muitos deles nem se vêem noutros fabricantes! Este Citroen é aquilo a que se pode chamar de mimo! Muito engraçado o carro. Podia entrar numa BD para crianças!!

A miniatura está perfeitinha como se quer! A Matriz acertou em cheio! Grelha com o logótipo, molde e ópticas têm nota especial!

A cor fica-lhe mesmo bem e é à época!

Grande abraço


If everything's under control, you're going to slow