Autor Tópico: Garagem do Buckrog: VW Carocha "Modificado PSP"  (Lida 401751 vezes)

Offline LandCarlos

  • Feedback: (+3)
  • Colecionador Platinum
  • *****
  • Mensagens: 5617
  • The best 4x4xfar!!!!
Re: A Garagem do Buckrog: Citroen ZX 16V (1992)
« Responder #540 em: 06 de Dezembro de 2011, 22:29:23 »
Eh pah, essa do Spitfire deixou-me curioso! Avança com isso! Aqui moram 3 Triumph e adoro-os!  [:happy02:]

Offline buckrog

  • Rogério Henriques
  • Feedback: (+22)
  • Colecionador Silver
  • ****
  • Mensagens: 3186
  • Um apaixonado por automóveis...
Re: A Garagem do Buckrog: Citroen ZX 16V (1992)
« Responder #541 em: 06 de Dezembro de 2011, 23:39:32 »

Estás melhor que eu. Só tenho 2: um Stag, mais habitual, e um Spitfire MKIV verdinho, que presumo ser mais raro...
O mundo está cheio de coisas bonitas...


Visitem a garagem do Buckrog, que vale bem a pena...
-> http://www.forum-diecast.pt/index.php?topic=7741.0

Offline LandCarlos

  • Feedback: (+3)
  • Colecionador Platinum
  • *****
  • Mensagens: 5617
  • The best 4x4xfar!!!!
Re: A Garagem do Buckrog: Citroen ZX 16V (1992)
« Responder #542 em: 07 de Dezembro de 2011, 00:41:13 »
Estás melhor que eu. Só tenho 2: um Stag, mais habitual, e um Spitfire MKIV verdinho, que presumo ser mais raro...

O Stag há-de ser uma das próximas vitimas, só tenho de encontrar um a jeito...  [:whistle:] Aqui também mora um Spitfire igual ao teu bem como um GT6 MK3 e um belo TR6... Para além do Stag falta-me um TR3 da Ky TR4 da Revell, salvo erro... Acho que não há mais nenhum em 1:18... Vá lá, venham de lá essas fotos do britânico, quero ver isso!

Grande abraço!  [:wink01:]
« Última modificação: 07 de Dezembro de 2011, 00:56:15 por LandCarlos »

Offline Obsession

  • Administrador
  • Feedback: (+47)
  • Curador de Museu
  • *****
  • Mensagens: 13184
Re: A Garagem do Buckrog: Citroen ZX 16V (1992)
« Responder #543 em: 07 de Dezembro de 2011, 00:46:18 »
Olá!

Como em geral no modelos da Otto, esse ZX está fenomenal! Tudo é fiel e super detalhado! A cor é soberba!! As jantes e i brilho das mesmas... [:wow:] Os interiores sem falhas... Uma extraordinária produção da Otto!! Bela aquisição!!

Abraço


If everything's under control, you're going to slow

Offline buckrog

  • Rogério Henriques
  • Feedback: (+22)
  • Colecionador Silver
  • ****
  • Mensagens: 3186
  • Um apaixonado por automóveis...
Re: A Garagem do Buckrog: Citroen CX 2000 (1974) - Norev
« Responder #544 em: 08 de Dezembro de 2011, 11:37:36 »

Eu estou outra vez numa fase Citroen, pelo que vocês vão ter que me aturar com mais uns modelos novos da marca que arranjei, entretanto. Mas como ainda não foram vistos por cá, acho que me desculpam…


Citroen CX2000

O Citroën CX sucedeu ao DS e foi produzido entre 1974-1991, vendendo quase 1,2 milhões de unidades durante os seus 16 anos de produção. O CX foi eleito Carro Europeu do Ano em 1975.

O carro foi lançado nas versões de quatro portas, tendo surgido depois, em 1975, uma station wagon e uma versão alongada, com maior distância entre eixos para utilizações tipicamente de luxo (limusines). Já agora, lembram-se das ambulâncias? Foram lançadas em 1976, bem como a versão carrinha de 7 lugares chamada de Familiale Estate.

O CX constituiu um sucesso razoável para a Citroen numa fase inicial e conquistou clientes para além da base de clientes leais do DS, disponibilizando “às massas” a tecnologia do avançado, mas menos prático, Citroën SM, de que já falámos aqui no Fórum.

O carro foi desenhado por Robert Opron, com linhas algo inspiradas no seu antecessor (DS). Mecanicamente, o carro era um dos mais modernos do seu tempo, combinando a suspensão hidro-pneumática auto-nivelante com uma direcção assistida variável com a velocidade (que tinha sido introduzida pela primeira vez sobre o Citroën SM), e um design único no interior. Destacam-se por exemplo os “satélites” laterais ao volante que permitiam ao condutor accionar os vários comandos sem tirar as mãos do volante. Convenhamos que este design único, nem sempre foi bem compreendido pelos que não eram amantes da marca.

A suspensão era particularmente sofisticada, suave e silenciosa. A revista britânica Car descreveu a sensação de conduzir um CX como pairar sobre as irregularidades da estrada como um navio atravessando o oceano. Esta suspensão foi mesmo utilizada sob licença pela Rolls-Royce e pela Mercedes no 450SEL 6.9.

O CX tinha um motor colocado transversalmente, o que poupava espaço face ao motor longitudinal do Traction Avant e do DS, o que permitia que fosse 20 cm mais curto que este último, embora não parecesse à primeira vista. Ainda assim, a versão normal não tinha espaço suficiente para as pernas nos lugares traseiras para funcionar como uma verdadeira limusine com motorista (um uso comum para o espaçoso DS), pelo que em 1975 a Citroën introduziu uma versão 25 cm mais longa, o Prestige, que tinha a distância entre eixos da carrinha. Na prática, o Prestige oferecia mais espaço nos lugares traseiros do que qualquer outro carro de série e em 1977 ganhou mesmo um tecto mais elevado para melhorar ainda mais o conforto nos lugares traseiros, conquistando o seu lugar como o carro de diplomatas e chefes de estado. Em Portugal, por exemplo, a Presidência da Republica adquiriu um (ver foto a seguir de um na Exposição Carros da Presidência que se realizou na Central Tejo em Belém).

O CX é considerado por alguns entusiastas como o último verdadeiro Citroen, por manter o ADN da marca baseado na famosa “avant gard” da Citroen, ou seja a inovação em termos técnicos e no design, muito apreciada pelos Citroenistas. Como sabemos, depois da falência e já em 1976 a Peugeot assumiu o controlo da empresa mas alguma falta de investimento e de enfoque na marca acabou por descaracterizar muitos dos atributos inerentes à Citroen. Na prática, o modelo foi vítima de uma série de vicissitudes, quer no seu desenvolvimento, quer na sua evolução e comercialização, que acabaram por limitar de alguma forma o seu sucesso, claramente inferior ao DS, um modelo marcante no seu tempo.

Neste capítulo, a situação difícil e posterior falência da Citroen em 1974 (envolvida em muitos projectos industriais em simultâneo), e que levou à sua compra pela Peugeot posterior também não ajudou. Em primeiro lugar, a situação difícil da empresa levou a um lançamento um pouco à pressa e por outro lado fez com que os posteriores desenvolvimentos do carro e que seriam críticos para o manter competitivo e inovador fossem relativamente lentos, isto porque a Peugeot tinha outros projectos em que pensar. A título de exemplo, só neste segmento a Peugeot tinha também o Peugeot 604 e o menos conhecido Talbot Tagora, a competir por recursos escassos. Se a fraca presença das marcas francesas nos carros de prestígio é hoje evidente, parece claro que foi nesta altura que se lançaram as sementes da decadência inexorável a que se assistiu posteriormente neste segmento (É uma opinião pessoal…).

Como bom exemplo pode realçar-se a questão da motorização. O CX foi inicialmente desenvolvido para ter motor um motor wankel de três rotores. No entanto, o motor acabou por ser considerado inadequado pela Citroen, por ser pouco económico, sendo o projecto descontinuado (o GS também chegou a ter este motor, mas que também foi descontinuado). Acontece que como os motores wankel requerem muito menos espaço, a zona do motor acabava por se revelar subdimensionada para um motor “adequado” às pretensões do carro. Assim, o CX acabou por surgir inicialmente com um motor mais “pequeno” de 2.0 e 2.2 litros e carburadores, quando o DS já tinha um motores de 2.3 litros e injecção com 141cv. O Diesel foi introduzido em 1978. Só mais tarde, em 1977, surgiu um motor mais potente de injecção e 128 cv no CX GTi e apenas em 1984 (pouco antes da segunda série e 10 anos depois do lançamento) aparece finalmente um motor à altura do chassis. Foi o GTi Turbo. Entretanto, em 1983 tinha sido também lançado o 2.5 Turbo Diesel, tornando o CX o sedan diesel mais rápido do mundo, capaz de atingir velocidades até 195 km/h.

O carro acabou por ganhar uma reputação de que implicava custos de manutenção altos por causa da mal compreendida suspensão e dos outros componentes mais sofisticados, mas na prática foram outros componentes mais standard que demonstraram alguns problemas (motor de arranque, componentes eléctricos e mesmo a carroçaria). Infelizmente, a Citroen não conseguiu corrigir algumas falhas tão rapidamente quanto necessário para inverter essa ideia. Quem teve um Citroen com suspensão hidro-pneumática, como eu, sabe que as críticas eram algo injustas no que respeita à suspensão, mas a verdade é que esta imagem negativa acabou por ficar associada à suspensão e aos Citroen dos segmentos superiores.

Em 1985 foi lançada a segunda série do CX, com alterações sobretudo estéticas (pára-choques em plástico, espelhos e frisos novos em plástico, como se usava na altura), mas apesar de algum interesse inicial da imprensa e do público, não foi possível relançar as vendas, que ascenderam a apenas 35.000 unidades em 1986 e novamente em 1987.

Em 1989, a Citroen deixou de produzir os sedan de quatro portas, ficando a Heuliez (carroçador francês) com um contrato para continuar a produzir as carrinhas. Em 1991, a produção do CX foi definitivamente descontinuada.

O CX acabou por ter uma vida útil bastante longa, mas o seu sucesso ocorreu sobretudo nos primeiros anos. Na prática a Citroen nunca mais conseguiu recuperar o anterior prestígio que tinha no segmento, entre outros motivos, devido à imagem que se criou por esta altura e à manifesta falta de investimento do Grupo PSA na Citroen, nomeadamente em inovação, no design e na imagem da marca.





E já agora o da Presidência da República na exposição de Belém, um CX 25 Prestige de 1986




Citroen CX2000 - Norev

A miniatura é uma Norev e parece-me não perfeita, mas bastante bem. O modelo de base é um dos CX iniciais, menos elaborado que outros modelos que foram aparecendo mais tarde. A miniatura é bastante fiel aos detalhes do carro real, nomeadamente no exterior. A grelha, os faróis e alguns detalhes estão mesmo bastante bem. É uma pena que não abra as portas traseiras, no entanto. Era algo que eu esperava da Norev, tendo em conta as últimas criações da marca. No motor, sendo razoável, também esperava um pouco mais. O interior parece-me adequado, com excepção de um ou outro pormenor, mais plástico. Mas globalmente, gosto muito do resultado final.

Para um citroenista como eu, é imprescindível… e não consegui resistir a comprar um, logo que saiu…

Vamos às fotos.




















O mundo está cheio de coisas bonitas...


Visitem a garagem do Buckrog, que vale bem a pena...
-> http://www.forum-diecast.pt/index.php?topic=7741.0

Offline buckrog

  • Rogério Henriques
  • Feedback: (+22)
  • Colecionador Silver
  • ****
  • Mensagens: 3186
  • Um apaixonado por automóveis...
Re: A Garagem do Buckrog: Citroen CX 2000 (1974) - Norev
« Responder #545 em: 08 de Dezembro de 2011, 11:38:31 »

Mais umas …











 







 










O mundo está cheio de coisas bonitas...


Visitem a garagem do Buckrog, que vale bem a pena...
-> http://www.forum-diecast.pt/index.php?topic=7741.0

Offline kaiaia

  • Qualidade significa fazer certo,enquanto ninguém está a olhar.(Henry Ford)
  • Feedback: (0)
  • Génio das Miniaturas
  • *****
  • Mensagens: 10947
Re: A Garagem do Buckrog: Citroen CX 2000 (1974) - Norev
« Responder #546 em: 08 de Dezembro de 2011, 11:55:34 »
 [:babado:] fiquei maravilhado com esta mini,nem sequer sabia da existência dela ataravés da Norev,que fez um excelente trabalho [:yap:] excelente aquisição e gostei do inicio do tópico a falar deste modelo [:happy72:]


HOT RODS,MUSTANG´S & CHOPPERS FOREVER!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Offline Carreiras

  • Feedback: (+1)
  • Colecionador Gold
  • ****
  • Mensagens: 3610
Re: A Garagem do Buckrog: Citroen CX 2000 (1974) - Norev
« Responder #547 em: 08 de Dezembro de 2011, 12:37:12 »
esta é outra criação da Norev que eu acho deliciosa.

O modelo original nunca significou nada para mim, pois nunca se afirmou como o verdadeiro sucessor do DS. Não que não gostasse dele, mas porque não era um DS.

A miniatura está muito bem executada e não me surpreende que ao fim de pouco tempo tenha esgotado. vamos esperar que reponham os stocks, pois não queria deixa-la passar... (mesmo não sendo eu citroenista)

Destaco a qualidade do molde, a qualidade da pintura, a cor escolhida, os faróis, os farolins traseiros... entre outras tantas coisas...

tens ai uma miniatura de muita qualidade, que conseguiste por um preço muito aceitável.

O pior é que agora a Norev também lançou o DS23 castanho escuro que me está a trocar as voltas... já tenho o Delta Bleu e vou ter que arranjar este castanho [:whistle:]

Offline Blaave

  • Feedback: (+8)
  • Colecionador Silver
  • ****
  • Mensagens: 2930
Re: A Garagem do Buckrog: Citroen CX 2000 (1974) - Norev
« Responder #548 em: 08 de Dezembro de 2011, 14:20:54 »
Bom trabalho por parte da Norev! [:happy72:]

Caramba, não sabia era que no mesmo compartimento se guardava o pneu suplente e o motor... [:cheesy:]

Este carro representa um dos marcos da citroen!

Se Deus fosse um carro, certamente seria um F40!

Offline Silvio

  • Feedback: (+3)
  • Conquistador das Miniaturas
  • ****
  • Mensagens: 3386
  • Ilha da Madeira
Re: A Garagem do Buckrog: Citroen CX 2000 (1974) - Norev
« Responder #549 em: 08 de Dezembro de 2011, 16:11:52 »
Esta mini é bem bonita , o compartimento do motor bem executado , a bagageira com flock , o molde , a cor do carro , o pormenor do volante , estão muito bem , apesar de os interiores serem e demonstrarem que são de plástico ,não se pode exigir muito , mas gostei e muito desta mini , que foi o rosto da citroen . Parabéns pela maquina .

Offline LandCarlos

  • Feedback: (+3)
  • Colecionador Platinum
  • *****
  • Mensagens: 5617
  • The best 4x4xfar!!!!
Re: A Garagem do Buckrog: Citroen CX 2000 (1974) - Norev
« Responder #550 em: 08 de Dezembro de 2011, 17:49:10 »
Confesso que há alguns Citroen que me têm deixado curioso e com vontade de perder a cabeça, como este CX, os DS, a HY e o SM...  [:dah:] Quanto a este, confesso que me surpreendeu, pois quando o vi pela primeira vez fiquei convencido que não abria a tampa da bagageira! A côr exterior é bonita e parece bem aplicada, a flock, principalmente na bagageira e os já referidos farois estão muito bem conseguidos! Também gostei das rodas!  [:yap:]

Parabéns, mais um belo Citroen na tua colecção! Mas continuo à espera daqueles que tu sabes!  [:happy02:]

Abraço!  [:wink01:]

Offline Commendatore

  • João Duarte
  • Feedback: (+24)
  • Génio das Miniaturas
  • *****
  • Mensagens: 7378
Re: A Garagem do Buckrog: Citroen CX 2000 (1974) - Norev
« Responder #551 em: 08 de Dezembro de 2011, 18:48:45 »
O modelo original nunca significou nada para mim, pois nunca se afirmou como o verdadeiro sucessor do DS. Não que não gostasse dele, mas porque não era um DS.

É o problema eterno de suceder a um mito. O CX era muito bom, mas não era revolucionário - coisa que o DS foi, e muito, em 1955.

Quanto à miniatura, a Norev fez um óptimo trabalho. Aescolha de cores é muito adequada ao carro. Gostei imenso dos interiores  [:happy72:]

Offline Carreiras

  • Feedback: (+1)
  • Colecionador Gold
  • ****
  • Mensagens: 3610
Re: A Garagem do Buckrog: Citroen CX 2000 (1974) - Norev
« Responder #552 em: 08 de Dezembro de 2011, 18:54:27 »
Confesso que há alguns Citroen que me têm deixado curioso e com vontade de perder a cabeça, como este CX, os DS, a HY e o SM...  [:dah:] Quanto a este, confesso que me surpreendeu, pois quando o vi pela primeira vez fiquei convencido que não abria a tampa da bagageira! A côr exterior é bonita e parece bem aplicada, a flock, principalmente na bagageira e os já referidos farois estão muito bem conseguidos! Também gostei das rodas!  [:yap:]

Parabéns, mais um belo Citroen na tua colecção! Mas continuo à espera daqueles que tu sabes!  [:happy02:]

Abraço!  [:wink01:]

Onde é que se arranja uma HY?

Offline Caldas

  • Daniel Caldas
  • Moderador Global
  • Feedback: (0)
  • Colecionador Platinum
  • *****
  • Mensagens: 6467
Re: A Garagem do Buckrog: Citroen CX 2000 (1974) - Norev
« Responder #553 em: 08 de Dezembro de 2011, 20:07:39 »
Já foi tudo dito, realmente satisfaz muito e numa bela cor  [:happy72:]

Offline X-Filer

  • João Góis
  • Moderador Global
  • Feedback: (+18)
  • Génio das Miniaturas
  • *****
  • Mensagens: 10672
  • They're back...!
    • Pombocaca
Re: A Garagem do Buckrog: Citroen CX 2000 (1974) - Norev
« Responder #554 em: 08 de Dezembro de 2011, 21:36:42 »
Esse CX para mim sempre foi a "desilusão" precisamente porque, como o Carreiras disse, não era um DS! Eu era puto e "babava-me" pelo DS mas depois passava um CX e pensava "porque estragaram o Boca de Sapo?"...

Esse Norev é uma miniatura bem porreira, gosto bastante da cor, com um belo metalizado, o molde está impecável e o interior, mesmo não estando ao nível do DS, está muito bom! E o pormenor da bagageira abrir (com o fundo tão bem representado! [:excited:]) é um extra muito agradável!

Assim sendo só lhe ponho dois "defeitos" de maior, que é o facto de o motor estar terrivelmente simples (por exemplo, os cabos de ignição estão incluídos o molde mas está tudo cromado igual!? [:dah:]) e as portas traseiras não abrirem (até o 15CV TA da Maisto abre as portas de trás!).

Muitos parabéns pela miniatura e pelo excelente texto de abertura! [:happy14:]