Autor Tópico: Garagem do Buckrog: VW Carocha "Modificado PSP"  (Lida 401711 vezes)

Offline buckrog

  • Rogério Henriques
  • Feedback: (+22)
  • Colecionador Silver
  • ****
  • Mensagens: 3186
  • Um apaixonado por automóveis...
Re: A Garagem do Buckrog: Fiat 850TC Abarth (1961)
« Responder #2295 em: 25 de Setembro de 2013, 22:09:26 »
Mais umas (III/III)….






















O mundo está cheio de coisas bonitas...


Visitem a garagem do Buckrog, que vale bem a pena...
-> http://www.forum-diecast.pt/index.php?topic=7741.0

Offline LandCarlos

  • Feedback: (+3)
  • Colecionador Platinum
  • *****
  • Mensagens: 5617
  • The best 4x4xfar!!!!
Re: A Garagem do Buckrog: Fiat 850TC Abarth (1961)
« Responder #2296 em: 26 de Setembro de 2013, 00:54:44 »
Creio que a expressão "rato atómico" lhe cai bem, era uma verdadeira bomba! A mini, sendo um Solido, está muito boa, com direito a portas malcriadas e tudo! Exteriormente está muito bem com aquele enorme radiador na frente e o interior competente, tablier, bancos e volante parecem-me fieis!

Uma belíssima entrada, parabéns!  [:happy72:]

Offline RicardoR

  • Feedback: (+8)
  • Colecionador Bronze
  • ***
  • Mensagens: 2334
  • "Il secondo è il primo dei perdenti." Enzo Ferrari
    • Garagem do Ricardo
Re: A Garagem do Buckrog: Fiat 850TC Abarth (1961)
« Responder #2297 em: 26 de Setembro de 2013, 13:48:58 »
É uma mini muito fixe. Tenho um e apesar de ser uma produção modesta, considero um modelo mesmo muito engraçado. Para mim é obrigatório.

Offline Johntag

  • Feedback: (+8)
  • Entusiasta do Diecast
  • ***
  • Mensagens: 2760
Re: A Garagem do Buckrog: Fiat 850TC Abarth (1961)
« Responder #2298 em: 26 de Setembro de 2013, 17:07:35 »
Q coisa linda  [:confused59:] [:confused59:]

Grande intro .... toda a gente quer um abarth
Adorei historia, desconhecia modelo da solido
Acho q está mto mto bom .... Posso até dizer q os interiores verdadeiramente racing, sem bancos atras c metal à vista, backets à frente, volante etc, está melhor q o meu cortina lotus do jim clark da autoart

A solido devia fazer umas acções de formação na autoart
Motor .... Concordo ctg ... Podiam ter feito bastante melhor

E aquele capot aberto ... lindo ... mais ou menos como ter o fecho das calcas sempre aberto para refrigerar o coiso .... Fantastico e incrivelmente pratico

Pena nao abrir a parte da frente

2 duvidas ...
Os autocolantes exteriores sao bons ???? N sao tipo bburago q ficam amarelos e com poeiras ????
E a escala ???? Comparado lado a lado com outros modelos nao será gande ???? Nao será um 1/16 ??? Pergunto pq o mini cooper da bburago é estupidamente grande

Grande grande entrada, um inesperado abarth .... Lindo  [:happy72:] [:happy72:] [:happy72:]

Offline buckrog

  • Rogério Henriques
  • Feedback: (+22)
  • Colecionador Silver
  • ****
  • Mensagens: 3186
  • Um apaixonado por automóveis...
Re: A Garagem do Buckrog: Fiat 850TC Abarth (1961)
« Responder #2299 em: 26 de Setembro de 2013, 22:41:42 »

2 duvidas ...
Os autocolantes exteriores sao bons ???? N sao tipo bburago q ficam amarelos e com poeiras ????
E a escala ???? Comparado lado a lado com outros modelos nao será gande ???? Nao será um 1/16 ??? Pergunto pq o mini cooper da bburago é estupidamente grande

Os autocolantes parecem-me bem. Nada a dizer.
Quanto à escala, é dificil dizer. A mini é grandita, mas como o carro já de si era muito pequeno, não destoa muito dos carros ao lado. Não tenho a certeza de que seja 1/16, francamente. É mais pequeno que os mini da burado, isso é...
O mundo está cheio de coisas bonitas...


Visitem a garagem do Buckrog, que vale bem a pena...
-> http://www.forum-diecast.pt/index.php?topic=7741.0

Online Cavallino Rampante

  • Feedback: (0)
  • Colecionador Experiente
  • ***
  • Mensagens: 1823
Re: A Garagem do Buckrog: Fiat 850TC Abarth (1961)
« Responder #2300 em: 27 de Setembro de 2013, 06:37:26 »
Hehehe um maio litro Hehehe
um Fiat com historia  [:happy72:] [:happy72:]

Offline jpsantiago

  • João Ribeiro
  • Feedback: (+21)
  • Fanático do Diecast
  • ****
  • Mensagens: 4404
Re: A Garagem do Buckrog: Fiat 850TC Abarth (1961)
« Responder #2301 em: 27 de Setembro de 2013, 09:09:10 »
Muito bom!

Uma boa reprodução de um automóvel "louco" que tanta falta faz hoje em dia  [:happy14:]

Aquele capot aberto... intemporal! Gosto também do radiador enoooorme na frente, e das bacquets! Já o motor podia estar um pouquinho mais detalhado, já que está sempre à vista.

No geral, uma miniatura que vale a pena ter! Parabéns pela máquina  [:happy72:]

Offline Carreiras

  • Feedback: (+1)
  • Colecionador Gold
  • ****
  • Mensagens: 3610
Re: A Garagem do Buckrog: Fiat 850TC Abarth (1961)
« Responder #2302 em: 27 de Setembro de 2013, 09:31:24 »
Adoro este carro e tenho um igual

Excelente introdução

fotos muito boas

Offline X-Filer

  • João Góis
  • Moderador Global
  • Feedback: (+18)
  • Génio das Miniaturas
  • *****
  • Mensagens: 10672
  • They're back...!
    • Pombocaca
Re: A Garagem do Buckrog: Fiat 850TC Abarth (1961)
« Responder #2303 em: 27 de Setembro de 2013, 12:00:42 »
Este bicharoco tem que se lhe diga! Extraír 95cv dum motor de 850cc é obra, são 111cv/l (a mesma potência específica que o Ferrari 360 Modena e maior que do F355!) e para um carrito de meia tonelada são cavalos para dar e vender! A miniatura está bem catita, tem o problema típico dos Solido em não abrir a tampa da bagageira [:dah:] mas de resto está porreiro, com o molde competente (como é apanágio) e um interior muito decente, pena mesmo o motor que, embora profusamente "cablado e entubado", os elementos mecânicos estão postos meio "à papo-seco". e o bloco parece feito de peças de Lego. Agora deixo uma pergunta: não lhe falta um retrovisor? Vejo ali um ponto de fixação na carroçaria [:confused01:]



E aquele capot aberto ... lindo ... mais ou menos como ter o fecho das calcas sempre aberto para refrigerar o coiso .... Fantastico e incrivelmente pratico

Esse capot traseiro sempre aberto tem que se lhe diga: à imagem do que acontecia com o Fiat 500, com a introdução do motor de maior cilindrada, acontece que o novo motor era demasiado grande e a solução encontrada para ele caber, em vez de conceber todo um capot novo, foi simplesmente fazer um suporte para o velho! Assim servia também para ajudar ao arrefecimento do bicho (ou seja, aí era mais ou menos o meu problema, um gajo tem que andar de barguilha aberta porque o coiso não cabe dentro das calças...) [:whistle:]

Offline Pvale

  • Feedback: (+9)
  • Génio das Miniaturas
  • *****
  • Mensagens: 7397
Re: A Garagem do Buckrog: Fiat 850TC Abarth (1961)
« Responder #2304 em: 27 de Setembro de 2013, 17:17:23 »
bem agressive esse pequenote  [:yap:]  é uma peça bem interessante  [:happy72:]

Offline Commendatore

  • João Duarte
  • Feedback: (+24)
  • Génio das Miniaturas
  • *****
  • Mensagens: 7378
Re: A Garagem do Buckrog: Fiat 850TC Abarth (1961)
« Responder #2305 em: 27 de Setembro de 2013, 20:47:29 »
É uma mini muito fixe. Tenho um e apesar de ser uma produção modesta, considero um modelo mesmo muito engraçado. Para mim é obrigatório.

Tal e qual. Em típico Solido, é bastante honesto, embora sacrifique alguns detalhes. Gosto bastante  [:happy72:]

Offline TJSN

  • Feedback: (+2)
  • Fanático do Diecast
  • ****
  • Mensagens: 4058
  • Tiago Nova
Re: A Garagem do Buckrog: Fiat 850TC Abarth (1961)
« Responder #2306 em: 29 de Setembro de 2013, 14:58:07 »
(ou seja, aí era mais ou menos o meu problema, um gajo tem que andar de barguilha aberta porque o coiso não cabe dentro das calças...) [:whistle:]

 [:lol04:] [:lol04:] [:lol04:] [:lol04:] [:lol04:] [:lol04:] [:lol02:] [:lol02:] [:lol02:] [:lol02:] [:lol02:] [:tongue10:]

Bela miniatura, adoro as tranformações Abarth  [:happy72:]

Offline Obsession

  • Administrador
  • Feedback: (+47)
  • Curador de Museu
  • *****
  • Mensagens: 13184
Re: A Garagem do Buckrog: Fiat 850TC Abarth (1961)
« Responder #2307 em: 29 de Setembro de 2013, 14:59:46 »
Viva!

Lindissimo esse abarth!  [:wow:]

Abraço


If everything's under control, you're going to slow

Offline buckrog

  • Rogério Henriques
  • Feedback: (+22)
  • Colecionador Silver
  • ****
  • Mensagens: 3186
  • Um apaixonado por automóveis...
Re: A Garagem do Buckrog: Fiat 850TC Abarth (1961)
« Responder #2308 em: 29 de Setembro de 2013, 19:46:38 »
Obrigado pelos comentários, pessoal!

Já suspeitava que vocês iam achar piada a este diabinho rebelde... De braguilha aberta... [:happy14:]
O mundo está cheio de coisas bonitas...


Visitem a garagem do Buckrog, que vale bem a pena...
-> http://www.forum-diecast.pt/index.php?topic=7741.0

Offline buckrog

  • Rogério Henriques
  • Feedback: (+22)
  • Colecionador Silver
  • ****
  • Mensagens: 3186
  • Um apaixonado por automóveis...
Re: A Garagem do Buckrog: BMW M1 (1978) e a sua história...
« Responder #2309 em: 01 de Outubro de 2013, 22:38:09 »
Vamos para mais um BMW, desta vez. Vai ser o magnifico M1!

Já foi mostrado cá no Fórum (desculpem a repetição), mas não contaram a história dele como deve ser. Ora, o carro merece! 

Por outro lado, eu tinha que ter este menino na minha garagem, porque é daqueles BM que me enche as medidas e por isso tinha que o postar…


BMW M1 (1978)

O BMW M1 (E26) foi produzido entre 1978 e 1981, sendo que o carro tem uma história que vale a pena contar, se me permitem… Assim, vamos perceber como um fracasso da BMW na competição acabou por permitir a criação de um verdadeiro “super-carro”, a todos os títulos memorável na estrada. Há quem diga que o M vem de Motorsport, outros que vem de Magnifico…eh! eh!

O carro resulta da vontade da BMW produzir um carro competitivo para o novo campeonato mundial de construtores – o novo grupo 5, em 1975. A BMW tinha tido resultados brilhantes no Campeonato Europeu de Turismos com o 3.0 CSL a partir de 1972, mas em 1975 o CSL já estava em fim de vida na produção em série e era inadequado para o novo campeonato. O grande artífice deste sucesso tinha sido o “fundador” e responsável da BMW Motorsport, Jochen Neerpasch que teve então a ideia de criar um desportivo de motor central tendo por base um design anterior do BMW Turbo de 1972, desenhado por Paul Bracq, um concept de um super carro que tinha sido feito, supostamente, para comemorar os Jogos Olímpicos de Munique de 1972… A BMW não tinha querido avançar com o carro para a produção, pois estava mais interessada nos sedans, mas como base para este programa de competição, este design tinha potencial…

Era necessário produzir 400 unidades ao longo de 2 anos para garantir a homologação no grupo 5. O design foi encomendado a Giugiaro (Ital Design), com base no BMW Turbo. A Lamborghini, por seu lado, deveria trabalhar os detalhes do chassis do carro, montar os protótipos e fabricar os veículos, permitindo a sua homologação. Depois, a Motorsport montava um turbo “em cima” deste motor e o carro estava pronto para ganhar corridas no Grupo 5.

Na prática, as coisas correram mal. A Lamborghini, devido à sua difícil situação financeira, acabou por inviabilizar o projeto, falhando o deadline de ter os carros prontos em 1977 e a BMW Motorsport acabou mesmo por cancelar o contrato já em 1978. Por isso, a Motorsport teve que assumir o controlo sobre o projeto em abril de 1978, com sete protótipos construídos, passando o carro a ser montado de forma mais artesanal (entre a Itália e a Alemanha) por empresas italianas e a carroçadora Baur, que também se encarregava da produção dos cabrio BMW. A Motorsport finalizava depois a preparação (o carro tinha mesmo um emblema BMW Motorsport.

Quando o carro foi lançado, já no final de 1978, as regras de homologação mudaram, exigindo-se que 400 unidades tivessem já sido vendidas, antes de o carro poder ser usado na competição, o que constituía um problema. Por isso, o responsável pela BMW Motorsport, Jochen Neerpasch, teve a ideia de lançar um campeonato monomarca utilizando BMW M1 modificados para a competição, “convencendo” a FOCA (Formula One Constructors Association) dos méritos da ideia. Do ponto de vista da BMW, a ideia era óptima: ajudar na construção de unidades suficientes para atingir a homologação e manter a presença/prestígio nas pistas. Este campeonato chamou-se Procar e funcionava como uma corrida de suporte ao campeonato de F1, nele correndo também vários pilotos de F1, em carros praticamente idênticos: os primeiros 5 qualificados em cada corrida de F1 competiam com 15 pilotos de equipas privadas.  Os M1 do Procar eram uma versão (muito) modificada dos carros de estrada, com o motor M88 modificado a debitar 470cv às 9.000 rpm, com menor peso (1000 kg aprox) e alterações a (quase) todos os níveis, chegando aos 311 km/h.

O Procar demonstrou as capacidades globais do carro, mas também alguns problemas a nível do motor. O campeonato funcionou apenas durante 2 anos, sendo que Niki Lauda ganhou o campeonato de 1979 e Nelson Piquet o campeonato de 1980.

Quando finalmente atingiu o número necessário para a homologação, já em final de 1980, o M1 foi utilizado por várias equipas quer no campeonato do Mundo, quer em vários campeonatos nacionais, mas a verdade é que estava já algo desactualizado face à concorrência mais recente. O M1 nunca chegou por isso a ser verdadeiramente bem sucedido na competição, apesar das suas capacidades a nível de chassis, até porque as opções a nível de motor tinham ido para outro lado (o desenvolvimento do motor turbo do 320i, mais concretamente). As participações em Le Mans não correram muito bem, por exemplo…

Em 1980, o falhanço do M1 já era totalmente claro. O carro tinha tido custos de desenvolvimento demasiado elevados e estava fora de tempo para a competição, face às novas regulamentações. Entretanto, a BMW reduziu brutalmente o orçamento da Motorsport e Neerpasch saiu, dedicando-se ao desenvolvimento do motor para a F1. Na prática, ele esteve associado ao M1 desde o início… Como a BMW tinha uma maior preferência e tradição nos Sedans e o M1 era na prática um carro “artesanal” não lhes foi difícil parar a produção da máquina…

O M1 de produção tinha como motor um 6 cilindros com 3,5L com injeção de combustível mecânica Kugelfischer. Uma versão deste motor foi mais tarde utilizada no BMW M6/M635CSi (E24) e no BMW M5 (E28). Este motor produzia 273cv na versão de estrada, o que permitia ao M1 acelerações dos 0-100 km/h em 5,4 segundos, dos 0-160 km/h em 8 segundos, uma velocidade máxima de 260 km/h. Na competição e na versão turbo, o motor do M1 podia atingir 700cv. O carro tinha um chassis tubular e uma carroçaria em fibra, impecavelmente soldada, um interior muito interessante e muito bem montado. Depois, o comportamento era espetacular, a direcção fabulosa, a aerodinâmica muito eficiente para o seu tempo.

O M1 foi também vendido ao público entre 1978 e 1981 como o BMW M1, acabando por ser o único BMW de motor central a ser produzido “em massa”. Por outro lado, o M1 deixou marca como um dos desportivos mais emblemáticos da década de 70 na sua versão de estrada. O carro tinha muito boas performances, um comportamento de exceção e uma grande qualidade de construção, sendo um dos “supercarros” clássicos do seu tempo.

Foram apenas produzidas 456 unidades do M1, algumas dezenas delas de competição, tornando-o um dos BMW mais raros de sempre…

(desculpem lá, estiquei-me na introdução, espero que gostem…)

Fotos do BMW Turbo de 1972






Vejam o painel de instrumentos …



Fotos do BMW M1 de estrada









Fotos do BMW M1 de competição no Procar




Uma versão do M1 que participou em Le Mans 1980 – patrocinada pela BMW France




BMW M1 (1978) - Norev

A miniatura é uma Norev, sendo que esta é uma edição especial para a modelissimo limitada a 2000 exemplares. Sendo uma Norev tem um nível de qualidade muito apresentável, no molde, na pintura, no interior, nas ópticas, nos emblemas. Só talvez no motor nos possamos queixar, pois está um pouco mais fraco. Quanto ao resto é um bom compromisso. O facto de ter faróis escamoteáveis é um plus interessante (eu é que me esqueci de tirar fotos disso…).

Globalmente, penso que não sendo das melhores minis que já vimos, é de certeza um dos melhores Norev que já vimos. E tem uma grande presença ao vivo, até me parece que melhor que nas fotos. Por isso, tirei muitas fotos e o difícil foi escolher, porque de qualquer ângulo fica muito bem. O carro original merece esta miniatura!

Vamos às fotos…

















Continua…
« Última modificação: 01 de Outubro de 2013, 22:39:56 por buckrog »
O mundo está cheio de coisas bonitas...


Visitem a garagem do Buckrog, que vale bem a pena...
-> http://www.forum-diecast.pt/index.php?topic=7741.0