Autor Tópico: Garagem do Buckrog: VW Carocha "Modificado PSP"  (Lida 403953 vezes)

Offline buckrog

  • Rogério Henriques
  • Feedback: (+22)
  • Colecionador Silver
  • ****
  • Mensagens: 3186
  • Um apaixonado por automóveis...
Re: A Garagem do Buckrog: Porsche 550-1500 RS Spyder (1953)
« Responder #2460 em: 26 de Novembro de 2013, 22:17:24 »
Sigo nos Porsches… Agora com um também antigo e famoso… Como já perceberam comecei a mostrar esta zona da garagem e não sendo eu um “Porschista” ainda tenho alguns para mostrar…

Porsche 550-1500 RS Spyder (1953)

Esta introdução é do João (X-Filer) que amavelmente me autorizou a utilizá-la. Toda a gente sabe que eu gosto de fazer uma introdução como deve ser, mas não faz sentido estar a inventar quando esta estava muitíssimo boa. Os meus agradecimentos ao João.

Decorria o ano de 1953 quando no Salão de Paris a Porsche decide apresentar aquele que seria o seu primeiro automóvel orientado especificamente para a competição, o 550 RS Spyder. As linhas eram simples e claramente com a aerodinâmica em mente (uma derivação do design do 356 mas muito mais baixo e fluido, com os ocupantes ao centro do carro detrás dum minúsculo pára-brisas), que embora pouco mais que uma reinterpretação por Erwin Komenda do tema do 356, escondiam debaixo da carroçaria de alumínio um veículo inteiramente diferente: montado no leve chassis de travessas e longarinas em aço encontrava-se um avançadíssimo motor boxer de 4 cilindros montado centralmente e não na traseira.

A intenção da Porsche na altura tinha tanto de ambiciosa como de realista: criar um desportivo que permitisse ser inscrito na classe "Até 1500cc" e bater-se mesmo frente a modelos de classes superiores, com modelos de concepção menos inovadora e avançada. Assim, apostando no baixo peso e dimensões (o carro era tão baixo que o antigo piloto germânico de F1 Hans Hermann o conduziu por baixo de cancelas fechadas na travessia duma passagem-de-nível ferroviária durante a corrida das Mille Miglia de 1954!) e avançada tecnologia na mecânica de forma a extrair o máximo das capacidades dos 1500cc disponíveis, a Porsche viria a tornar-se não só a vencedora indiscutível na sua classe como até a alcançar a primeira vitória absoluta numa corrida com um automóvel de motor central (a Targa Florio de 1956).

Como já disse, o verdadeiro segredo encontrava-se debaixo da fina carroçaria em alumínio: para impulsionar os 550kg que o Porsche acusava na balança (daí o nome), estava uma pequena maravilha da técnica. O pequeno boxer de 4 cilindros e 1498cc desenhado por Ernst Führmann, designado de Typ 547, tinha muito mais escondido do que deixava perceber à primeira vista. Sendo de arquitectura base semelhante à unidade que equipava o 356 (e era essencialmente derivada do Volkswagen Typ 1), era todo ele uma unidade diferente: antes do mais, o bloco estava montado à frente do diferencial e não atrás, permitindo-o ser montado em posição central e melhorar a distribuição de massas; depois, de forma a melhorar a eficiência da distribuição, o comando de válvulas usava um complexo sistema de engrenagens cónicas e árvores de cames de forma a oferecer uma verdadeira configuração de dupla árvore de cames à cabeça, permitindo a montagem de pistões côncavos e uma melhor forma da câmara de combustão; a ignição era dupla por cilindro com duplo distribuidor na árvore de cames de admissão com circuitos separados controláveis independentemente a partir do habitáculo; a lubrificação utilizava um sistema de cárter seco, com depósito do óleo montado à frente da cava da roda traseira direita (permitindo a obtenção dum bloco mais pequeno e leve, reduzindo o centro de gravidade do conjunto e permitindo a lubrificação mesmo em condições de acelerações laterais elevadas); por fim, a refrigeração era feita a ar através duma ventoinha de dupla face montada ao centro do bloco com uma cobertura elegante, conferindo-lhe a alcunha de "Schubladenmotor" ou "motor de gaveta".

O motor era um pesadelo para os mecânicos, que muitas vezes o consideravam demasiado complexo, mas deu os seus frutos: alimentado por dois carburadores Solex PJJ de duplo corpo, o bloco desenvolvia 110cv às 6200rpm que, com uma caixa manual de 4 velocidades, permitiam ao levíssimo 550 RS Spyder alcançar os 220km/h! Não admira que logo em 1954 tenha vencido a sua classe na Carrera Panamericana (daí em diante todos os modelos de motor boxer seriam chamados de "Carrera").

No entanto, o mais famoso de todos os 550 RS Spyder seria um que nunca viria a correr: a 30 de Setembro de 1955, o famoso ator James Dean e o seu mecânico Rolf Wütherich arrancaram da Competition Motor em Los Angeles ao volante do 550 chassis número 550-0055 de alcunha "Little Bastard" em direcção a Salinas onde iria correr no dia seguinte. Puxando bem pela mecânica do Porsche (inclusive, foram multados por excesso de velocidade durante a viagem) e após uma paragem a meio da tarde, dirigiram-se à subida das Montanhas de Diablo Range. Foi na intersecção entre as Estradas 41 e 466 que se defrontaram com Donald Turnupseed, estudante no Instituto Politécnico da California, e o seu Ford Custom Tudor Coupe que, sem os ver, tentou virar à esquerda. O embate foi inevitável e James Dean ficou esmagado nos destroços atrás do volante, morrendo aos 24 anos a caminho do Hospital Paso Robles War Memorial devido ao pescoço partido. O mecânico foi cuspido do carro e escapou com o queixo e um perna partidos e o condutor do Ford apenas sofreu um corte na testa e várias escoriações sem sequer ter requerido tratamento hospitalar nem ter sido considerado culpado do acidente (o 550 era prateado e no pico da tarde praticamente impossível de ver sob o sol da Califórnia). A partir daí uma série de infortúnios e acasos infelizes com os futuros proprietários do carro ou partes dele deram origem à lenda de que o carro estaria amaldiçoado até este desaparecer de vez sem se saber qual o seu actual paradeiro.

Três anos volvidos da apresentação original do 550 RS Spyder, a Porsche apresenta uma evolução do modelo, o 550A RS Spyder. Com alguns elementos da carroçaria revistos (sendo os mais notórios o roll-bar de protecção do piloto e as aberturas laterais de alimentação), utilizava um novo chassis tubular que conferia maior rigidez ao conjunto e um motor revisto que agora debitava 135cv. Assim viria a dar à Porsche uma das primeiras e mais importantes vitórias na competição automóvel: com o piloto italiano Umberto Maglioli atrás do volante do revisto 550A RS Spyder, a Porsche vencia a então mais longa e difícil corrida de estrada do Mundo, a Targa Florio, que decorre na ilha da Sicília. Cruzando a meta quase 15 minutos à frente do segundo classificado e a uma média de 90,9km/h, o modelo que havia estreado apenas 11 dias antes da Targa Florio na corrida de 1.000km de Nürburgring com uma vitória na classe, era suposto servir de teste em estrada, numa corrida que ao contrário de muitas outras não tinha as estradas fechadas, perigosamente tendo que lidar com condições de trânsito reais. A corrida de 720km foi cumprida com apenas um piloto em 7h54.52 e apenas parou nas boxes para reabastecimento.

O 550 viria a ser o percussor de toda uma linhagem de bem-sucedidos modelos de competição como os RS 60 ou RS 61, o 718 (mais conhecido como RSK) e o "ascendente espiritual" do best seller Boxster; aliás, em 2004 sairia uma edição comemorativa do 50º aniversário do 550 com o "Boxster S 550 Spyder".









Um videozito curto a contar a história do 550 Spyder
https://www.youtube.com/watch?v=dJ1Feylo0RE


Porsche 550-1500 RS Spyder (1953) - Maisto

A miniatura que vos mostro representa o 550 RS Spyder de 1953 (segundo informação do lord_lutz representa o chassis #550-0064 que a Porsche tem no seu museu) e é reproduzida pela Maisto à escala 1:18. É um modelo que tem tanto de humilde como de interessante, apresentando no geral um molde correto e, dentro da simplicidade do modelo original, representando-o bem. O interior está de modo geral correcto (o volante já tem a pega em madeira pintada - o que não ocorria nos Maistos mais antigos - mas faltam ainda os filtros de combustível na parede do habitáculo do lado do condutor) e sob o capot dianteiro encontra-se uma representação decente do depósito (com as respectivas cintas de fixação, incorretamente pintadas de preto e não cor de metal como as originais) e da bateria (que até tem um autocolante a replicar as indicações que algumas trazem); na traseira pode encontrar-se um simples mas no geral correto motor boxer com pneu suplente e estojo de ferramentas (que esconde onde deviam estar as bobines de ignição), ambos fixados por agradavelmente pintadas cintas de fixação. É certo que podia ter um pouco mais de cor (e as molas das suspensões funcionais não estão na escala correta nem montadas na configuração correcta) mas de modo geral tem bom aspecto, bem melhor que a unidade que se encontrava na primeira geração deste Maisto. No cômputo geral, trata-se dum miniatura simples (e barata, não tem nada a ver com o Schuco, naturalmente) mas que pelo preço que custa é, em minha opinião, uma muito boa opção!

Vamos às fotos… aviso já que as minhas não estão tão boas como as do João (X-Filer)…













Continua…
O mundo está cheio de coisas bonitas...


Visitem a garagem do Buckrog, que vale bem a pena...
-> http://www.forum-diecast.pt/index.php?topic=7741.0

Offline buckrog

  • Rogério Henriques
  • Feedback: (+22)
  • Colecionador Silver
  • ****
  • Mensagens: 3186
  • Um apaixonado por automóveis...
Re: A Garagem do Buckrog: Porsche 550-1500 RS Spyder (1953)
« Responder #2461 em: 26 de Novembro de 2013, 22:18:14 »
Mais umas …(II/III)

























Continua…
O mundo está cheio de coisas bonitas...


Visitem a garagem do Buckrog, que vale bem a pena...
-> http://www.forum-diecast.pt/index.php?topic=7741.0

Offline buckrog

  • Rogério Henriques
  • Feedback: (+22)
  • Colecionador Silver
  • ****
  • Mensagens: 3186
  • Um apaixonado por automóveis...
Re: A Garagem do Buckrog: Porsche 550-1500 RS Spyder (1953)
« Responder #2462 em: 26 de Novembro de 2013, 22:18:49 »
Mais umas …(III/III)




















O mundo está cheio de coisas bonitas...


Visitem a garagem do Buckrog, que vale bem a pena...
-> http://www.forum-diecast.pt/index.php?topic=7741.0

Offline Paulo Ferrari

  • Feedback: (+18)
  • Colecionador Platinum
  • *****
  • Mensagens: 5678
Re: A Garagem do Buckrog: Porsche 550-1500 RS Spyder (1953)
« Responder #2463 em: 26 de Novembro de 2013, 22:57:31 »
Rogerio, tu partes isto tudo com as tuas entradas e importancia das apresentações, já hoje me tinhas "dado uma esquerda" com aquele Morris Minor e agora fazes-me este KO com esta maravilha, como carro, como historia e como mini, que está simplesmente fantastica, não apostaría ser um Maisto ... muito bom ... Parabens  [:happy14:]

Abraço

Offline Pvale

  • Feedback: (+9)
  • Génio das Miniaturas
  • *****
  • Mensagens: 7395
Re: A Garagem do Buckrog: Porsche 550-1500 RS Spyder (1953)
« Responder #2464 em: 27 de Novembro de 2013, 00:37:32 »
mora cá e é um dos mais belos Porsche´s de sempre  [:happy72:]

Offline LandCarlos

  • Feedback: (+3)
  • Colecionador Platinum
  • *****
  • Mensagens: 5623
  • The best 4x4xfar!!!!
Re: A Garagem do Buckrog: Porsche 550-1500 RS Spyder (1953)
« Responder #2465 em: 27 de Novembro de 2013, 02:01:11 »
Também cá o tenho, é um Maisto impecável, com bons pormenores como o volante ou a bateria e representa esta máquina na perfeição! Grande entrada!  [:happy72:]

Offline marcio

  • MUSEU STUTTGART(PORSCHE)
  • Feedback: (+35)
  • Colecionador Silver
  • ****
  • Mensagens: 3177
    • http://www.forum-diecast.com.pt/index.php?topic=5585.0
Re: A Garagem do Buckrog: Porsche 550-1500 RS Spyder (1953)
« Responder #2466 em: 27 de Novembro de 2013, 07:15:43 »
boas. Adoro [:babado:],obrigatorio para quem gosta de Porsche, tenho cá um igual, é uma peça com muito valor na minha garagem de sttugart  [:excited:] excelente aquisicao,Rogerio qualquer dia já tens mais porsches que aqui o fanatico  [:whistle:]   [:wow:]

Offline jpsantiago

  • João Ribeiro
  • Feedback: (+21)
  • Fanático do Diecast
  • ****
  • Mensagens: 4392
Re: A Garagem do Buckrog: Porsche 550-1500 RS Spyder (1953)
« Responder #2467 em: 27 de Novembro de 2013, 09:34:55 »
Muito bom! Este é um dos que está na minha lista há muito tempo, é um dos Porsche que mais gosto! TEM de vir cá morar um  [:cheesy:]

A representação da Maisto está muito competente e para o preço que pedem por ele, é uma excelente opção!
A única coisa que aponto é aquilo que já referi no tópico do PVale, as jantes não têm nenhuma profundidade entre elas e os tambores de travão, não dando a sensação de profundidade do original.

Mas isso já é ser picuinhas... Tirando isso, é um Maisto muito bom! O volante está bastante bem feito (só o símbolo podia estar mais direito) as cintas do pneu suplente são um belo pormenor, assim como a bateria. Os faróis também não comprometem nada  [:happy72:]

Excelente aquisição  [:happy72:]

Offline Bypo

  • Feedback: (+36)
  • Colecionador Platinum
  • *****
  • Mensagens: 4845
  • AMG Black Series & AMG Petronas F1 Team & 2'WC #44
Re: A Garagem do Buckrog: Porsche 550-1500 RS Spyder (1953)
« Responder #2468 em: 27 de Novembro de 2013, 13:42:19 »
Realmente este Maisto cumpre muito bem o papel de representar este simples mas tão lindo Porsche  [:yap:] E não me ouvem dizer estas duas últimas palavras muitas vezes...  [:whistle:]
Já vi os Schuco's e gostei mas a diferença de preço é grande... Será que valem a pena?  [:confused01:]

É uma bela entrada Rogério e está-se mesmo a ver que os Porsches vieram para ficar uns tempos por aqui...  [:whistle:] [:lol02:] [:lol02:]

Offline X-Filer

  • João Góis
  • Moderador Global
  • Feedback: (+18)
  • Génio das Miniaturas
  • *****
  • Mensagens: 10697
  • They're back...!
    • Pombocaca
Re: A Garagem do Buckrog: Porsche 550-1500 RS Spyder (1953)
« Responder #2469 em: 27 de Novembro de 2013, 16:51:51 »
Heheh, vê-se logo que a introdução é minha... nunca mais acaba!!! [:dah:] [:lol02:] Este 550, em conjunto com o 356 são dos poucos (pouquíssimos...) Porsches de que gosto verdadeiramente e a representação que a Maisto fez do 550-1500 RS é muito decente nesta Special Edition, bem melhor que a anterior Silver Edition com as diferenças que apontaste. É uma peça simples dum carro simples que no geral não compromete e mesmo faltando alguns detalhes, para a idade que a peça tem, é de louvar o bem que "envelheceu".

Agora um pormenor:



Este bicharoco que mostras é uma réplica e daquelas fáceis de identificar: a frente é 550 RS, as grelhas nos flancos são de 550A RS e o pára brisas de 356A Speedster, tudo misturado dá numa réplica de bom aspecto mas incorrecta.

Já vi os Schuco's e gostei mas a diferença de preço é grande... Será que valem a pena?  [:confused01:]

É natural que a diferença de preço é grande mas... a diferença de qualidade também! É mais ou menos como entre o Huayra da GTAutos e da AutoArt... [:whistle:]


Offline ClioWilliams

  • The baguette aficionado.
  • Feedback: (+29)
  • Colecionador Platinum
  • *****
  • Mensagens: 5961
  • Vendo ou troco rins por miniaturas AUTOart.
Re: A Garagem do Buckrog: Porsche 550-1500 RS Spyder (1953)
« Responder #2470 em: 27 de Novembro de 2013, 17:09:38 »


A cara da moça diz tudo. "Só tenho o anel no dedo porque o gajo que acha que eu casei por amor tem um destes na garagem". A filha da mãe.

[:lol04:] [:lol02:]

Um dos Porsches mais esteticamente felizes que a marca lançou na minha opinião. Adoro tudo neste carro. O tamanho, as linhas, o ronco... só é pena que tenha sido num destes, o famoso "Little Bastard" que o James Dean foi desta para melhor. Passei muitas horas a jogar com este carrito no Project Gotham Racing 2.  [:yap:]

Excelente reprodução da Maisto, e uma mini que não tardará a vir para estes lados. Molde sem mácula, o pormenor da bateria num Maisto é sempre de destacar, compartimentos frontal e traseiro com detalhe q.b e um interior muito certinho tendo em conta o espírito espartano do 1:1. A Maisto trabalhou quase sempre bem com os Porsche, e este não é excepção.

Boa entrada Rogério, como de costume. Parabéns!  [:wink01:]
« Última modificação: 27 de Novembro de 2013, 19:48:14 por ClioWilliams »

Offline Petrelli

  • Feedback: (+8)
  • Colecionador Platinum
  • *****
  • Mensagens: 4614
Re: A Garagem do Buckrog: Porsche 550-1500 RS Spyder (1953)
« Responder #2471 em: 27 de Novembro de 2013, 18:12:17 »
Impecável, o trabalho da Maisto neste modelo! Gostei de ver! [:happy72:]

Offline X-Filer

  • João Góis
  • Moderador Global
  • Feedback: (+18)
  • Génio das Miniaturas
  • *****
  • Mensagens: 10697
  • They're back...!
    • Pombocaca
Re: A Garagem do Buckrog: Porsche 550-1500 RS Spyder (1953)
« Responder #2472 em: 27 de Novembro de 2013, 19:29:36 »
... só é pena que tenha sido num destes, o famoso "Little Bastard" que o Steve McQueen foi desta para melhor.

 [:confused59:] [:confused59:] [:bang:] [:bang:]

Certamente querias dizer "James Dean"... [:whistle:] [:whistle:] [:whistle:] [:lol04:] [:lol04:] ::boff::

Offline ClioWilliams

  • The baguette aficionado.
  • Feedback: (+29)
  • Colecionador Platinum
  • *****
  • Mensagens: 5961
  • Vendo ou troco rins por miniaturas AUTOart.
Re: A Garagem do Buckrog: Porsche 550-1500 RS Spyder (1953)
« Responder #2473 em: 27 de Novembro de 2013, 19:32:27 »
Bem, eu não me recordo, mas devo ter fumado um canhão de todo o tamanho e fui escrever isso.

Que seria este fórum sem a "Enciclopédia" que és tu, João. Obrigado, vou corrigir.  [:wink01:]

Offline Carreiras

  • Feedback: (+1)
  • Colecionador Gold
  • ****
  • Mensagens: 3614
Re: A Garagem do Buckrog: Porsche 550-1500 RS Spyder (1953)
« Responder #2474 em: 27 de Novembro de 2013, 19:42:22 »
Tenho um igual há anos e gosto muito.

é dos melhores Maisto que já vi e tive

Ainda mesmo antes de a própria AutoArt existir