Autor Tópico: The X-Garage 18 - Chevrolet Corvette XP-87 Stingray Racer  (Lida 330263 vezes)

Offline Bypo

  • Feedback: (+36)
  • Colecionador Platinum
  • *****
  • Mensagens: 4845
  • AMG Black Series & AMG Petronas F1 Team & 2'WC #44
Re: The X-Garage 18 - Ferrari 308 GTB Quattrovalvole
« Responder #2610 em: 18 de Setembro de 2015, 12:36:10 »
Este é um daqueles Ferraris que me passam completamente ao lado... Toda a série de Ferraris com a frente em bico é um não enorme de minha parte. [:mf_surrender:]

Mas a peça está excelente! Tomara que todas fossem assim!

Offline X-Filer

  • João Góis
  • Moderador Global
  • Feedback: (+18)
  • Génio das Miniaturas
  • *****
  • Mensagens: 10698
  • They're back...!
    • Pombocaca
Re: The X-Garage 18 - Bugatti Veyron 16.4 Super Sport World Record Edition
« Responder #2611 em: 28 de Setembro de 2015, 00:57:03 »
Obrigado a todos pelos vossos comentários, agora cá vai mais um, com uma personalidade inteiramente diferente:

Bugatti Veyron 16.4 Super Sport World Record Edition - 2010 (Minichamps)

O Bugatti Veyron 16.4 foi provavelmente um dos maiores feitos técnicos da história da indústria automóvel. Quando em 2001 a Volkswagen anunciou que o Veyron de produção teria um motor W16 com 4 turbos e 8 litros de cilindrada capaz de gerar 1001cv e atingir os 400km/h, poucos acreditaram que fosse possível. Efectivamente, foi um desafio tremendo, em especial quando os engenheiros tiveram que partir de uma base imperfeita dum protótipo que não tinha sido criado sequer para andar, quanto mais cumprir tais promessas. Problemas de estabilidade aerodinâmica, sobreaquecimento, fiabilidade ou contenção de peso foram só alguns desafios. Até os pneus obrigaram a um desenvolvimento específico por parte da Michelin pois até então nunca tinham sido desenvolvidos pneus de estrada homologados para 400km/h. E a aerodinâmica global também não foi fácil, já que nem o túnel de vento da Dalara, onde a VW trabalhou, conseguia simular os 400km/h (um F1 poderá ir apenas até aos 350km/h). A apresentação oficial foi sendo adiada consecutivamente e mesmo a primeira vez que o primeiro Veyron foi mostrado a potenciais clientes nos E.U.A. resultou num pião do protótipo de testes mesmo em frente aos convidados.



Mas passados 4 anos a Bugatti finalmente conseguiu ter o Veyron pronto para a estrada… e que feito! 1001cv (segundo os engenheiros da marca, sejam medidos pelo sistema NET ou SAE, já que em condições normais os motores produzem todos próximo de 1020-1040cv) de potência e 1250Nm de binário extraídos do gigantesco bloco W16 através de 4 turbos, 2 intercoolers ar/água e injecção directa para uma caixa de dupla embraiagem de 7 velocidades que transfere a potência às 4 rodas através dum sistema Haldex com diferencial central multidisco e traseiro de bloqueio continuamente regulado, permitindo atingir os 100km/h em 2,5 segundos e os 407km/h de velocidade máxima. A aerodinâmica activa garantia que os quase 1900kg de carro se mantinham na estrada independentemente da velocidade. Depois do Veyron, de repente supercarros como o Porsche Carrera GT, Ferrari Enzo, Lamborghini Reventón e afins pareciam andar de marcha-atrás, tal era a capacidade de aceleração do Veyron… e os 407km/h concederam-lhe o título de automóvel de estrada mais rápido do Mundo, suplantando o McLaren F1 por mais de 30km/h.



Mas não tardou que outros pusessem em causa o record do Veyron. Numa verdadeira corrida à potência e à velocidade, não tardou que aparecessem vários automóveis a alegar que viriam a destronar o record do Veyron: em 2007 a Shelby Super Cars fazia uma tentativa de bater o record numa estrada pública atingindo com o seu SSC Ultimate Aero TT de 1287cv os 412km/h, porém não tendo todos os SSC juntos tido um volume de produção superior a 20 unidades não pode ser considerado um “modelo de produção”; depois apareceu o Koenigsegg Agera R de 1140cv (e mais tarde até o One:1 de 1360cv) alegando velocidades máximas respectivamente de 440km/h e 451km/h porém nunca foram comprovadas. Assim, fazendo questão que o record ficasse em casa e aproveitando as capacidades do conjunto, a Bugatti decidiu fazer um modelo ainda mais potente e rápido: o Super Sport.



Seguindo a filosofia que Romano Artioli já havia tido com o EB110, a versão Super Sport seria a expressão mais extrema das capacidades da Bugatti: usando o Veyron 16.4 “normal” (se é que tal existe num Veyron) como base de desenvolvimento, antes de mais foi preciso aumentar a potência do bloco para contrariar a resistência do ar. Aplicando 4 turbocompressores e intercoolers de maiores dimensões foi possível aumentar a potência máxima de 1001cv para 1200cv às 6000rpm e o binário dos 1250Nm para os 1500Nm às 3300rpm. Toda a base mecânica (bloco, transmissão, travões, arquitectura de suspensões) se mantém essencialmente a mesma do Veyron 16.4 mas foi aumentado ligeiramente o curso das molas, foram colocadas barras estabilizadoras mais robustas e utilizados uns novos amortecedores com arquitectura de competição, melhorando a estabilidade a alta velocidade e melhorando a aderência lateral. A estrutura do carbono no monocoque também foi alterada, incluindo um sub-chassis traseiro híbrido carbono/titânio. Ao todo, o Veyron 16.4 Super Sport é 50kg mais leve que o Veyron 16.4 standard.



Mas a maior diferença que qualquer um repara imediatamente é o novo design. Responsabilidade de Jozef Kaba? cuja revisão do tema original se deve única e exclusivamente a um fim: tornar o Super Sport o mais aerodinâmico possível. Assim, com um novo pára-choques dianteiro mais amplo, um novo extractor traseiro de duplo plano (com o novo escape de duplo elemento no centro) e, mais notoriamente, o tejadilho mais baixo em que as duas “narinas” que sobressaíam do tejadilho foram substituídas por duas entradas NACA como era muito usado nos modelos de competição de Grupo C e uma abertura sobre o motor bem mais pequena e suave, foi possível não só diminuir a superfície frontal do carro (a altura baixa de 1204mm para 1190mm) como o coeficiente aerodinâmico face ao Veyron 16.4 (Cx 0,355 para 0,348 no modo Top Speed). O reposicionamento dos espelhos também contribuiu para o melhor fluxo de ar para as entradas laterais e sobre o spoiler traseiro. Todas as alterações contribuem para um maior apuro dinâmico: embora a aceleração dos 0-100km/h se faça nos mesmos 2,5 segundos que com o Veyron 16.4, quando o Super Sport atinge os 200km/h já ganha 6 décimos (6,7 segundos) e quase 2 segundos na marca dos 300km/h (14,6 s) e, se estiver num dos apenas 5 modelos laranja-e-carbono da World Record Edition, apenas pára nos 431km/h, com os quais o Veyron 16.4 Super Sport se tornou o automóvel mais rápido do Mundo. Isto porque os restantes 25 têm um limitador de rotação que os impede de passar os 415km/h. Os modos “Handling”, “Top Speed” e “Standard” funcionam como no Veyron 16.4 mas o modo “Standard” só funciona até 180km/h contra 220km/h. Um pormenor interessante é verificar que os consumos e emissões poluentes são mais reduzidos que o Veyron 16.4: 23,1l/100km contra 24,1l/100km em circuito combinado e 539g CO2/km contra 574 g CO2/km.



Oficialmente, o Veyron Super Sport é o automóvel de estrada de produção em série mais rápido do Mundo, certificado pelo Guiness Book of World Records. A 4 de Julho de 2010 o piloto de testes da marque Pierre Henri Raphanel entra no Veyron 16.4 Super Sport World Record Edition chassis número VF9NG252X1M795023 e na pista Ehra-Lessien, pista de testes do Grupo VAG, faz uma primeira passagem a 427, 933km/h e, menos de uma hora depois, outra a 434, 211km/h no sentido contrário, perfazendo uma média de 431, 072km/h e batendo assim tanto o Veyron 16.4 detentor do record como o SSC Ultimate Aero TT (não-oficial). Há ainda hoje controvérsia em relação ao actual detentor record : a 14 de Fevereiro de 2014 o Hennessey Venom GT2 atingiu os 435,31km/h no Kennedy Space Center, uma das pistas de aterragem do Space Shuttle mas acontece que a NASA só autorizava uma passagem, o que logo aí inviabilizava que a tentativa fosse considerada como record. E para além disso, numa janela de 12 meses da passagem, é requerido que tenham sido produzidos pelo menos 25 unidades, sendo que as 16 unidades do Venom GT são insuficientes. A certo ponto, o record do Super Sport chegou a ser suspenso devido a uma queixa da Hennessey de que o modelo do record não tinha o limitador da restante série, sendo por isso diferente destes, e só a série de 5 modelos seria insuficiente para homologar o record; a Guiness entretanto avaliou o caso e deliberou que a remoção do limitador electrónico não altera a essência mecânica e técnica do automóvel, devolvendo o record à Bugatti e o seu Veyron 16.4 Super Sport World Record Edition.



O modelo que vos trago é precisamente um dos 5 Veyron 16.4 Super Sport World Record Edition, reproduzido à escala 1:18 pela Minichamps. A história desta miniatura foi um pouco conturbada: aproveitando uma mega promoção que baixava o preço original da peça em praticamente 1/3, achei que seria assim a única forma de ter um Super Sport e encomendei. Acontece que a peça vinha com um defeito de construção, a abertura do capot para a grelha dianteira era demasiado pequeno, impedindo-o de fechar e tendo lascado dois pedaços da pintura até ao metal. Naturalmente devolvi a miniatura e é então que descubro uma terrível verdade: todas as unidades que faziam parte da mega-promoção eram unidades já devolvidas, ou seja, com defeito. Ou pedia a devolução do meu dinheiro ou teria que me contentar com o estado em que a peça de substituição viesse, “fosse ela qual fosse”. Tenho que admitir que hesitei com medo que o substituto viesse ainda pior mas veio-me novamente à ideia “esta é a unida forma de ter um Super Sport a preço decente” e resolvi arriscar. Bom, o capot deste fechava na perfeição mas o spoiler traseiro não trancava, o pára-choques traseiro tinha uma lasca na pintura na zona onde fechava com o painel superior da carroçaria, o verniz no vértice da porta do condutor vinha lascado e encontrei mais 2 ou 3 riscos que claramente eram de origem. Sendo os restantes resolvíveis, o mais chato era prender o spoiler na posição fechada. Abri o carro e fiquei ainda mais desiludido com a qualidade dos MC actuais: o fundo é num plástico muito fino e reles e debaixo da carroçaria é totalmente oco! Felizmente foi com facilidade que resolvi o problema e as fotos comprovam como o tenho hoje.



O molde é correcto em proporções mas comparando com o AA fico com a ideia que é ligeiramente mais pequeno (vide fotos abaixo) mas sinceramente não medi os dois para tirar isso a limpo. Também o facto de o Super Sport ser mais baixo e o pára-choques do 16.4 ser mais afilado pode contribuir para a ideia. De resto, tem um molde muito certinho e com os painéis a encaixarem bem e com um vistoso acabamento de padrão de carbono que é muito convincente e, tendo uma boa camada de verniz em cima, tem aspecto rico e profundo, embora infelizmente não o tenham feito com o padrão em “V” como se pode encontrar no AA. Não me tira o sono, ainda assim. A combinação de cores, não sendo a mais feliz (escolhi-a por ser não só a do modelo que bateu o record de velocidade como… por ser a mais barata!), o que salta à vista depois do carbono e do laranja são as grelhas. Todas fechadas, como é apanágio da quase totalidade dos MC. Num modelo com preço inicial de 280€ não pode ser aceitável. Têm alguma profundidade, é certo, mas não deixam de ser totalmente fechadas.



Atrás das bem proporcionadas jantes laranja (que deviam ter as porcas cromadas) podem encontrar-se uns discos de travão metálicos que rodam independentemente das pinças que, não sendo os mais correctos (os originais são carbo-cerâmicos e não em aço) ainda assim são uma melhor aproximação que, por exemplo, os HWE com o plástico preto. Outra agradável surpresa é a suspensão funcional às 4 rodas com molas independentes. Na traseira, o já mencionado spoiler traseiro pode ser fechado ou aberto até cima, está correctamente pintado de laranja na face inferior e permite ajustar o ângulo de ataque; vem acompanhado com o spoiler secundário mas, ao contrário do AA, é uma peça que é colocada manualmente em separado, em dois orifícios feitos no fundo que, neste caso, um deles nem está com o espaçamento certo. O interior está bem feito embora por exemplo no volante o acabamento pudesse (devesse, pelo preço original que pedem por ele!!!) ser melhor e o encosto do banco do condutor parece estar ligeiramente “descolado” do assento (não consegui encaixá-lo, eu bem tentei). Uma pena pois encontra-se um tejadilho com forro e detalhe na consola do retrovisor central, o fundo é alcatifado, os cintos são em tecido com fivela metálica e no interior das portas, com vidros até cima, encontra-se novamente o rico acabamento a simular carbono. A bagageira na frente abre (ao contrário da tampa do motor, que permite apenas um vislumbre do motor lá no fundo) com recurso a dois amortecedores, sempre um belo toque, deixando ver um espaço de bagageira também ele alcatifado.



No geral, é uma peça que representa condignamente o modelo original mas que não justifica que forma nenhuma a enormidade que pedem por ela no preço base, apresentando características que são absurdas em modelos deste valor e que, sendo a edição limitada Top Gear vem acompanhado com um Stig verdadeiramente atroz (o primo extraterrestre, portanto).
« Última modificação: 24 de Julho de 2018, 14:53:20 por X-Filer »

Offline X-Filer

  • João Góis
  • Moderador Global
  • Feedback: (+18)
  • Génio das Miniaturas
  • *****
  • Mensagens: 10698
  • They're back...!
    • Pombocaca
Re: The X-Garage 18 - Bugatti Veyron 16.4 Super Sport World Record Edition
« Responder #2612 em: 28 de Setembro de 2015, 01:00:06 »
















« Última modificação: 24 de Julho de 2018, 18:22:52 por X-Filer »

Offline X-Filer

  • João Góis
  • Moderador Global
  • Feedback: (+18)
  • Génio das Miniaturas
  • *****
  • Mensagens: 10698
  • They're back...!
    • Pombocaca
Re: The X-Garage 18 - Bugatti Veyron 16.4 Super Sport World Record Edition
« Responder #2613 em: 28 de Setembro de 2015, 01:00:38 »
















« Última modificação: 24 de Julho de 2018, 18:41:13 por X-Filer »

Offline X-Filer

  • João Góis
  • Moderador Global
  • Feedback: (+18)
  • Génio das Miniaturas
  • *****
  • Mensagens: 10698
  • They're back...!
    • Pombocaca
Re: The X-Garage 18 - Bugatti Veyron 16.4 Super Sport World Record Edition
« Responder #2614 em: 28 de Setembro de 2015, 01:01:38 »
















« Última modificação: 24 de Julho de 2018, 19:39:35 por X-Filer »

Offline X-Filer

  • João Góis
  • Moderador Global
  • Feedback: (+18)
  • Génio das Miniaturas
  • *****
  • Mensagens: 10698
  • They're back...!
    • Pombocaca
Re: The X-Garage 18 - Bugatti Veyron 16.4 Super Sport World Record Edition
« Responder #2615 em: 28 de Setembro de 2015, 01:02:18 »
















« Última modificação: 28 de Setembro de 2015, 01:16:59 por X-Filer »

Offline X-Filer

  • João Góis
  • Moderador Global
  • Feedback: (+18)
  • Génio das Miniaturas
  • *****
  • Mensagens: 10698
  • They're back...!
    • Pombocaca
Re: The X-Garage 18 - Bugatti Veyron 16.4 Super Sport World Record Edition
« Responder #2616 em: 28 de Setembro de 2015, 01:02:44 »

















« Última modificação: 17 de Setembro de 2018, 18:04:52 por X-Filer »

Offline X-Filer

  • João Góis
  • Moderador Global
  • Feedback: (+18)
  • Génio das Miniaturas
  • *****
  • Mensagens: 10698
  • They're back...!
    • Pombocaca
Re: The X-Garage 18 - Bugatti Veyron 16.4 Super Sport World Record Edition
« Responder #2617 em: 28 de Setembro de 2015, 01:03:18 »















« Última modificação: 17 de Setembro de 2018, 18:09:19 por X-Filer »

Offline X-Filer

  • João Góis
  • Moderador Global
  • Feedback: (+18)
  • Génio das Miniaturas
  • *****
  • Mensagens: 10698
  • They're back...!
    • Pombocaca
Re: The X-Garage 18 - Bugatti Veyron 16.4 Super Sport World Record Edition
« Responder #2618 em: 28 de Setembro de 2015, 01:04:24 »















« Última modificação: 17 de Setembro de 2018, 19:28:37 por X-Filer »

Offline X-Filer

  • João Góis
  • Moderador Global
  • Feedback: (+18)
  • Génio das Miniaturas
  • *****
  • Mensagens: 10698
  • They're back...!
    • Pombocaca
Re: The X-Garage 18 - Bugatti Veyron 16.4 Super Sport World Record Edition
« Responder #2619 em: 28 de Setembro de 2015, 01:05:06 »








O Stig alienígena não podia faltar:



Aproveitando a boleia, porque não um comparativo entre irmãos recordistas de velocidade?
2010 Bugatti Veyron 16.4 Super Sport World Record Edition (Minichamps)
2013 Bugatti Veyron 16.4 Grand Sport Vitesse “Le Ciel Californien” (Rastar)








« Última modificação: 17 de Setembro de 2018, 19:29:37 por X-Filer »

Offline X-Filer

  • João Góis
  • Moderador Global
  • Feedback: (+18)
  • Génio das Miniaturas
  • *****
  • Mensagens: 10698
  • They're back...!
    • Pombocaca
Re: The X-Garage 18 - Bugatti Veyron 16.4 Super Sport World Record Edition
« Responder #2620 em: 28 de Setembro de 2015, 01:06:07 »









E a estes juntou-se o 2005 Bugatti Veyron 16.4 (Auto Art):








« Última modificação: 17 de Setembro de 2018, 19:30:31 por X-Filer »

Offline X-Filer

  • João Góis
  • Moderador Global
  • Feedback: (+18)
  • Génio das Miniaturas
  • *****
  • Mensagens: 10698
  • They're back...!
    • Pombocaca
Re: The X-Garage 18 - Bugatti Veyron 16.4 Super Sport World Record Edition
« Responder #2621 em: 28 de Setembro de 2015, 01:08:07 »















« Última modificação: 17 de Setembro de 2018, 19:31:34 por X-Filer »

Offline X-Filer

  • João Góis
  • Moderador Global
  • Feedback: (+18)
  • Génio das Miniaturas
  • *****
  • Mensagens: 10698
  • They're back...!
    • Pombocaca
Re: The X-Garage 18 - Bugatti Veyron 16.4 Super Sport World Record Edition
« Responder #2622 em: 28 de Setembro de 2015, 01:10:12 »







« Última modificação: 17 de Setembro de 2018, 19:32:57 por X-Filer »

Offline lima

  • Fernando Lima
  • Feedback: (+2)
  • Aspirante a Colecionador
  • **
  • Mensagens: 828
Re: The X-Garage 18 - Bugatti Veyron 16.4 Super Sport World Record Edition
« Responder #2623 em: 28 de Setembro de 2015, 12:31:19 »
excelente introducao. Melhor nao existe  [:happy14:]
(vou aproveitar e copiar para o meu registo)
Vendo 2 vitrines para 1/18 ou outras escalas.
Troco Koenigsegg CCX preto pelo laranja
Troco VW Bulli T2 Martini cinzenta da Schuco pela branca.
Troco Auburn 851 Speedster verde da ERTL pelo creme.
Todas as miniaturas estão rigorosamente novas.

Offline Obsession

  • Administrador
  • Feedback: (+47)
  • Curador de Museu
  • *****
  • Mensagens: 13280
Re: The X-Garage 18 - Bugatti Veyron 16.4 Super Sport World Record Edition
« Responder #2624 em: 28 de Setembro de 2015, 12:38:44 »
Viva!

Se há automóvel que irá permanecer para sempre na história é este Veyron. Ou melhor, todas as versões do modelo, mas este Super Sport representa o supra sumo do mundo automóvel a todos os níveis!!! É uma obra prima da tecnologia!

A miniatura está fantástica. Representa de forma espectacular o modelo 1:1. Detalhes e qualidade à prova de erro!

Que grande miniatura!! Soberbo esse Veyron!  [:wow:]

Abraço


If everything's under control, you're going to slow